segunda-feira, 25 de maio de 2015

A categoria quer um novo Sintepp

A categoria não se negou e foi à luta, mas a direção do  movimento se perdeu no caminho
Os encaminhamentos equivocados da maioria que coordena atualmente o Sintepp Estadual têm levado a categoria a sucessivas derrotas diante do Governo Jatene.

Pouco se falou, talvez porque os grupos da greve no whatsApp têm estado mudos diante da perplexidade dos últimos acontecimentos, mas a coordenação do sindicato sofreu uma grande derrota para a própria categoria na última Assembleia em Belém. Mateus e Beto, defenderam o retorno dos professores à sala de aula, mesmo sem nenhum ganho, e receberam um sonoro não. A decisão, por ampla maioria foi a continuidade da Greve.

A manobra de combinar Greve e eleição do Sintepp, que por muito tempo foi eficaz em reconduzir o velho e desgastado mesmo grupo político à direção do sindicato parece ter falhado dessa vez.

A consequência mais nefasta de tamanha irresponsabilidade foi uma fragorosa derrota da categoria diante de um governo autoritário e perseguidor. Professores andam assombrados com a possibilidade de cortes dos salários e comprometimento de várias conquistas, como licença prêmio e aposentadoria.

Outra consequência é o enfraquecimento de futuras greves. Pelo menos nesse governo. Vai ser difícil retomar  a autoestima da categoria e reagrupar as forças para uma nova batalha. Talvez esse seja um grande desafio que vamos ter que encarar com coragem.

Mas nesse vendaval nem tudo foi perda. Do caos sempre surge um recomeço. É notório o enfraquecimento do grupo político que dirige nosso sindicato diante do malogro da manobra de combinar greve e eleição.
O tiro saiu pela culatra, como diz o ditado popular, e trouxe à categoria uma excelente oportunidade de mudar a coordenação do Sintepp. Se é assim, então façamos. Nos dias 27 e 28 teremos eleições para a coordenação estadual e tudo o que queremos é rearrumar a casa, dando ao Sintepp uma direção mais democrática, combativa e, sobretudo consequente.

Prof. Augusto Magalhães

Nenhum comentário: