segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Sem manutenção, ponte pode desabar no cais de Tucuruí

Um grupo de alunos do IFPA - Campus Tucuruí desenvolveu uma pesquisa voltada para a constatação e quantificação do desnível apresentado pela ponte sobre o Igarapé Santana, localizada na orla de Tucuruí (foto). Desde sua construção, há 13 anos, nenhum tipo de reforma ou manutenção foi feita, sendo que as primeiras evidências do problema começaram a aparecer em 2009, já na gestão do atual prefeito Sancler Ferreira.
Segundo apontam os estudos, este não é um problema evidenciado em todo o sistema de contenção da orla, porém não deixa de ser preocupante, visto que o desnível já atinge 22,7 cm e só vem crescendo. Nesta etapa da pesquisa não estão sendo apontadas as causas do deslocamento, visto ser este tema objeto de novos estudos que estão sendo desenvolvidas por outro grupo de alunos sob orientação do professor Midson Cardoso.
Segundo Midson, “a ponte deveria ter sido interditada desde 2009, quando se constatou o problema, entretanto, nada foi feito até agora. Se nenhuma providencia for tomada e, dependendo do inverno e do rigor das cheias, a estrutura poderá entrar em colapso progressivo, vindo a ponte a desabar”.

Pesquisa contribui para melhorar a cidade

Durante a defesa da pesquisa, na última 5ª feira (29/01), no auditório do IFPA, a banca examinadora composta pelos professores Wagner Luís (Orientador), Helineudes Paiva (Eng. Civil) e Midson Cardoso (Eng. Civil), examinadores Mestrandos em Engenharia de Estruturas, foi possível verificar a satisfação dos alunos envolvidos na indicação do projeto, logo reconhecido como importante auxílio ao poder público para solucionar o problema, considerado de interesse de toda coletividade. 
Segundo Midson Cardoso, que também está escrevendo um artigo abordando o mesmo tema para publicação em uma revista técnica, este tipo de atuação, além de gerar um grande vínculo entre o profissional professor e o aluno, enchem de orgulho esses futuros novos profissionais que descobrem a importância dos conhecimentos adquiridos por eles na instituição, fazendo com que se sintam úteis à sua própria comunidade. 
Para o IFPA, trabalhos como este, ajudam a instituição a se tornar referência no ensino, pesquisa e extensão na educação profissional, contribuindo para o desenvolvimento da região e Produzindo a difusão de conhecimentos científicos e tecnológicos, numa formação que envolve não apenas o profissional qualificado para o mercado de trabalho, mas o cidadão em sua plenitude, o que traduz o cumprimento da visão e da missão da instituição. 
Parabéns aos professores e aos alunos Adelmar de Medeiros Pinto, Marivaldo Rodrigues Sepeda, Pedro Andrade Costa, Renan da Silva Santo e Vitor Alexandre Martins da Silva  pelo desenvolvimento do projeto.

Veja mais imagens





Com informações do Eng. Midson

Nenhum comentário: