sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Lembra dela?

Isolada, Marina diz que seu projeto nacional continua com a criação da Rede
Marina está isolada, é o que diz o colunista da Folha de São Paulo, Bernardo Mello Franco em seu artigo semanal publicado hoje. Sem mandato sem a companhia de seus assessores de campanha e toda aquela movimentação da eleição, parece que a vida voltou ao normal. Seu grande projeto, que é o de criar a Rede Sustentabilidade parece que também não tem mais aquela força de antes.
Se registrado, em março como pretende, o partido marineiro nascerá nanico, tendo, no máximo, cinco deputados e uma força insignificante para influenciar qualquer decisão ou fazer oposição ao governo Dilma.
Está provado que Marina é uma força política volátil, assim como a grande trupe que se juntou a ela e quase a levou ao segundo turno da disputa presidencial. O que seria do Brasil se tivesse sido eleita?

4 comentários:

Anônimo disse...

seria protestante kkkkkk...

blogdoguara disse...

Matéria como essa, no melhor estilo piada pronta,tem como único objetivo desqualificar adversários políticos, e deve fazer parte da tão propalada imprensa "golpista".Marina, assim como os setores progressistas que a apoiam continuam firmes na luta pela superação do monopólio partidário institucional e por um Brasil livre e sustentável.

Guto Magalhães disse...

Realmente, Marina é uma piada pronta, como diria Zé Simão.

Guto Magalhães disse...

Realmente, Marina é uma piada pronta, como diria Zé Simão.