sábado, 31 de janeiro de 2015

Sutilmente, imprensa golpista prega impeachment de Dilma



A Imprensa golpista prega sutilmente o impeachment de Dilma. Nessa "inocente" e preocupada vontade de informar, o jornalista Fernando Rodrigues, da Folha UOL, explica que a importância da eleição dos presidentes da Câmara e do Senado, que acontecem amanhã, está no poder que ambos têm de arquivar ou levar à frente o processo de afastamento da presidenta. É por isso que acho cada vez mais importante filtrar informações. E que venha a regulamentação da mídia urgente!

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Redução da maioridade penal: você é contra ou a favor?

Em meio ao contínuo envolvimento de jovens na criminalidade, vários projetos de lei, foram sugeridos no Congresso Nacional e seguem dividindo opiniões no país. O assunto dividiu inclusive os candidatos, da última disputa presidencial, com Aécio Neves (PSDB) a favor e Dilma Rousseff (PT) contra. O tema é recorrente e volta à mídia cada vez que um crime cometido por adolescentes ganha destaque.
Dados nacionais revelam uma elevação do número de jovens internados por cometerem crimes. Segundo a Secretaria de Direitos Humanos, ligada à presidência da República, Só em 2012, o número de adolescentes que cumpriam medidas socioeducativas com restrição à liberdade, era de exatos 20.532 indivíduos.
Alguns Juristas e organizações que lidam com a juventude, mostram-se determinantemente contrários a alterações no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), aprovado em 1990, que confirmou a maioridade penal de 18 anos. Contudo, punições maiores do que a pena máxima atual, de três anos de internação em instituições de ressocialização são defendidas por outras correntes jurídicas e setores da sociedade civil. Então, ainda não há um consenso sobre a redução da maioridade penal.
E você, o que tem a dizer sobre o assunto? Deixe seu comentário e vote na nossa enquete na coluna ao lado.

Por Marleide Queiroz

Lembra dela?

Isolada, Marina diz que seu projeto nacional continua com a criação da Rede
Marina está isolada, é o que diz o colunista da Folha de São Paulo, Bernardo Mello Franco em seu artigo semanal publicado hoje. Sem mandato sem a companhia de seus assessores de campanha e toda aquela movimentação da eleição, parece que a vida voltou ao normal. Seu grande projeto, que é o de criar a Rede Sustentabilidade parece que também não tem mais aquela força de antes.
Se registrado, em março como pretende, o partido marineiro nascerá nanico, tendo, no máximo, cinco deputados e uma força insignificante para influenciar qualquer decisão ou fazer oposição ao governo Dilma.
Está provado que Marina é uma força política volátil, assim como a grande trupe que se juntou a ela e quase a levou ao segundo turno da disputa presidencial. O que seria do Brasil se tivesse sido eleita?

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Pescadores fecham BR após suspensão do seguro defeso

BR 422 foi interditada nas duas vias

Revoltados com a suspensão do pagamento do seguro defeso, uma caravana de pescadores vinda de Mocajuba – PA, juntamente com outros de Tucuruí, Breu Branco e municípios da região fecharam hoje pela manhã a BR 422, que dá liga a Vila da Eletronorte à cidade de Tucuruí.
O objetivo era forçar uma audiência com autoridades do governo que pudessem resolver o problema. À frende da manifestação, o pescador Mozar Miranda disse que a situação está insustentável e esse foi um ato de desespero, visto que há dias tentam uma solução na Agência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). “Sem o seguro defeso e proibidos de pescar, muitos estão passando fome”, disse numa rádio local.
O transito só foi liberado pouco antes das 12 horas, após longa negociação com a Polícia Militar e de uma promessa de audiência amanhã pela manhã na capital, Belém, feita por telefone pelo superintendente do TEM, Raimundo Pinheiro dos Santos.
Mozar disse ainda que enquanto se desloca para Belém com uma comitiva, os outros pescadores ficarão num barco ancorado no cais de Tucuruí esperando o resultado das negociações. Muita gente veio apenas com a passagem de vinda. Ele prometeu que os protestos serão retomados caso não se encontre uma solução.

Fraudes justificam suspensão de pagamentos

O motivo da suspensão dos pagamentos do seguro defeso foi uma série de denúncias de fraudes dando conta que pessoas que nada tem a ver com a pesca vem recebendo o benefício. As fraudes aconteceriam com a conivência das diversas colônias de pescadores. Denúncias que, na verdade não são difíceis de serem confirmadas. Quem não conhece alguém, que nessa situação, até se orgulha de ter levado essa vantagem?

Veja mais imagens

PM negocia com manifestantes a liberação da via

Mototaxistas aproveitam pra ganhar um trocado fazendo o transportes de pessoas que conseguiam chegar até o local do protestos vindos da Vila
 

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Caminhada em defesa dos direitos previdenciários une centrais sindicais em Belém

Sindicalistas da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil na manifestação

Uma grande caminhada em defesa dos direitos previdenciários e contra as MP’s 664 e 665, do Governo Federal, que reduzem benefícios no seguro-desemprego, abono salarial e pensões, uniu diversas as centrais sindicais hoje pela manhã em Belém, na capital do Estado do Pará.
 Trabalhadores vindos de toda a Região Metropolitana concentraram-se a partir das 8:30 H. na escadinha do cais do porto, de onde saíram em passeata pela Av. Pres. Vargas até o Centro Integrado de Governo (CIG), na Av. Nazaré.
No caminho os manifestantes fizeram uma parada em frente a Sede da Caixa Econômica Federal para exigir que o banco continue 100% estatal e seja um dos vetores do desenvolvimento nacional.
“É um retrocesso, contrário às propostas mudancistas do governo recém eleito, cria dificuldades para o trabalhador no acesso ao seguro-desemprego, penaliza a juventude e no acesso a pensão por morte, promove terceirização da perícia médica, prejudicando os trabalhadores, não mexe nas pensões de alguns "privilegiados" e restringe o valor do benefício em até 50% para trabalhadores de baixa renda”, disse José Marcos Araújo (Marcão), Presidente da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).
Além da CTB participaram sindicalistas ligados a CUT, CSB, Força Sindical, UGT, Conlutas e NCST. O ato faz parte de um calendário nacional das centrais, que preparam uma grande manifestação no dia 26 de fevereiro em São Paulo.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Fidel se manifesta sobre retomada das relações Cuba/EUA

O pronunciamento foi feito em carta à Federação Estudantil Universitária, que foi lida hoje na TV cubana
"Não confio na política dos Estados Unidos. Nem troquei uma só palavra com eles. Isto não significa - longe disso - um rechaço a uma solução pacífica dos conflitos ou perigos de guerra. Defender a paz é um dever de todos. Qualquer solução pacífica e negociada aos problemas entre os Estados Unidos e os povos ou qualquer povo da América Latina, que não implique a força ou o emprego da força, deverá ser tratada de acordo com os princípios e normas internacionais. Defenderemos sempre a cooperação e a amizade com todos os povos do mundo e entre eles os de nossos adversários políticos. É o que estamos reclamando para todos".


 Fidel Castro.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Mais um calote: Jatene não reajusta Piso do magistério

Mais uma vez o governador Simão Jatene descumpre a lei do Piso Nacional do magistério. Muito aguardado, saiu finalmente hoje, no sítio Portal do Servidor, o contracheque dos trabalhadores da educação, porém a má notícia é que nenhum centavo foi dado de reajuste. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o Piso deve sofrer um aumento de 13,01%, o que eleva o salário de R$ 1.697,00 para R$ 1.917,78 para quem tem jornada de 200 H. mensais.

Apesar de decrepito na organização e nas ideias, o Sintepp mostra nova cara na internet

www.sintepp.org.br
Confira o novo sítio clicando na imagem
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp), está de cara nova. Pelo menos na internet. Recentemente foi inaugurado o novo sítio na rede mundial de computadores. Ficou bem melhor do que era antes. Mais bem apresentado e mais fácil de navegar. Agora só falta fazer uma mudança radical na diretoria, que está lá há mais de 30 anos e na sua concepção de atuação sindical, que tem se tornado um impedimento para o avanço da categoria, principalmente nos municípios.

domingo, 25 de janeiro de 2015

Estava no Minhocão hoje? Veja se você foi clicado pela nossa câmera indiscreta

Estivemos hoje no Minhocão, um bloco que é a maior expressão do carnaval tucuruiense, e flagramos a moçada brincando a vontade ao som do Lamason. Tinha diabinha, coelhinha, policial gay, Bat Girl, índio, homem vestido de mulher, perucas muito loucas, palhaço, bunda de fora, selfies e pau de selfie e até um drone apareceu por lá. Ah... a PM també estava lá pra garantir a segurança. Confira!







 
































Extrema-esquerda vence eleições na Grécia

Alexis Tsipras, líder do Syriza, promete polítíca econômica anti-austeridade

Os gregos mandaram um recado ao governo neste domingo 25 ao darem uma ampla vitória ao Syriza, partido de extrema-esquerda de Alexis Tsipras, pronto a contestar a austeridade imposta pela União Europeia.
O Syriza abriu entre 8,5 a 16,5 pontos percentuais sobre o Nova Democracia, do atual premiê Antonis Samaras, muito além dos números trazidos nas últimas pesquisas. Com essa votação, o partido entre 146 e 158 lugares no Parlamento - 151 representando maioria absoluta.
"Essa é uma vitória histórica" e uma "mensagem que não afeta somente os gregos, mas ressoa em toda a Europa, já que traz um alívio", declarou o porta-voz da formação, Panos Skourletis. A vitória foi comemorada com uma explosão de alegria no comitê do Syriza, no centro de Atenas.
O partido de Alexis Tsipras obteria entre 35,5% e 39,5% dos votos, enquanto a Nova Democracia, do primeiro-ministro Antonis Samaras, é creditado com entre 23 e 27%. A votação foi observada de perto pelos parceiros europeus de Atenas, preocupados com a intenção do Syriza de renegociar a enorme dívida grega e desafiar de maneira inédita os programas de austeridade impostos pela União Europeia.
O sucesso do Syriza dá esperanças aos partidos da esquerda radical na Europa, especialmente na Espanha, onde o partido Podemos, surgido a partir do movimento Occupy, tem crescido. "A esperança está chegando, o medo vai embora. Syriza, Podemos: nós venceremos", declarou Pablo Iglesias, presidente do Podemos, antes mesmo que as urnas fossem fechadas.
O governo de Samaras foi sancionado por ter tentado cumprir o máximo de exigências impostas pela troika de credores de Atenas (Banco Central Europeu, União Europeia e FMI), em troca de 240 bilhões de euros emprestados ao país desde 2010. A conta ficou pesada para a população, vítima de uma alta taxa de desemprego - que atinge 25% - e de reduções drásticas de salário.

"Os menos favorecidos não têm nada a perder"

Durante a campanha, Tsipras prometeu aumentar o salário mínimo, suprimir certos impostos para os mais pobres e negociar a dívida externa da Grécia, que soma 300 bilhões de euros, o que representa 175% do PIB. Alexis Tsipras, que anunciou medidas imediatas como aumentar o salário mínimo de 580 para 751 euros, disse que não se contentaria com uma simples renegociação da dívida externa grega - que soma 300 bilhões de euros, 175% do PIB.
Tomando como exemplo as concessões feitas após a guerra na Alemanha - hoje, reduto da ortodoxia orçamentária na Europa - Tsipras quer reduzir drasticamente a dívida, deixando os mercados financeiros em alerta. Os eleitores gregos, alguns bastante descrentes, deram seu voto de confiança a um partido que Samaras tentou descreditar durante a campanha eleitoral.
Mas numa seção eleitoral do Pireu, Vaia Katsarou, 49 anos, advogada, resumiu o sentimento geral: "É um risco, mas os desfavorecidos não têm nada a perder". Caso obtenha maioria absoluta, Tsipras terá as "mãos livres" para aplicar sua política da maneira que deseja. Caso contrário, terá que encontrar aliados - mas os resultados ainda o deixam com uma boa margem.
Para o economista da UniCredit Erik Nielsen, este voto é "de grande importância, talvez histórica", embora acredite que um governo do Syriza seja menos radical do que seu discurso. Como possível aliado figura o To Potami (O Rio), fundado há apenas um ano, que pretende ser o terceiro partido da Grécia.
Outro partido que aspira um terceiro lugar é a formação neonazista Amanhecer Dourado, apesar de ter sete deputados e dezenas de seus membros presos sob a acusação de "pertencer a uma organização criminosa".
Pesquisas atribuem aos dois partidos 6,4% dos votos.

Fonte: Carta Capital

Jacaré foi visto hoje pela manhã na Lagoa


A situação dos moradores da Lagoa, como é conhecida uma Região do bairro de Santa Izabel, em Tucuruí, está cada vez mais complicada. Depois do alagamento de várias residências provocado por um misto de obras inacabadas da prefeitura e chuvas rigorosas, agora os moradores passaram a receber visitas um tanto perigosas.
Hoje pela manhã foi visto mais um jacaré bem próximo de uma residência, como mostra as fotos acima enviada por uma pessoa que visitava uma amiga no local. Realmente um perigo, principalmente para crianças e animais que vivem por ali.