quinta-feira, 11 de outubro de 2012

O Psol e a política dos dois pesos e duas medidas

Edmilson recebe apoio do PT em Belém. O que dirá a direção nacional do Psol agora?
O Psol, do candidato à prefeitura de Belém, Edmilson Rodrigues, aceitou o apoio do PT na quarta-feira. Até junho, a direção nacional do Psol ainda mantinha a demonização do partido de Lula e não aceitava a mistura eleitoral, mas acontece que os puritanos pesolistas, que se consideram a reserva da moralidade política do país, também sabem fazer muito bem a política dos dois pesos e duas medidas. Se não têm chances de ganhar ficam a acusar o diabo, mas se têm chances, logo agarram-se a ele.
Outro político “demoníaco” procurado pelo Psol foi o antigo colaborador da Ditadura Militar e correligionário de Paulo Maluf, Gerson Peres , do PP. A mensageira do ex-prefeito encarregada de levar o tratado de amizade e mútua colaboração foi a ex-quase senadora e vereadora eleita Marinor Brito. Levou uma negativa do carcará.
Só pra ficarem sabendo, em Tucuruí o Psol lançou candidatura própria por que a direção nacional barrou o apoio do partido ao candidato petista, Jones William.
Foto: Blog da Prof. Edilza Fontes

Nenhum comentário: