quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Não precisa mais estudar. Senado aprovou lei das cotas

Absurdos como esse tendem a se repetir
Não precisa mais estudar. O Senado aprovou ontem à noite a lei das cotas, que reservam metade das vagas nas universidades federais e nas escolas técnicas do país para quem se declarar da raça beneficiária e pra quem estudou em escola pública.
É a banalização do ensino, ou melhor, é a AVACALHAÇÃO do ensino. Agora vai ocupar uma cadeira na universidade não quem é mais capacitado e sim quem se enquadra na lei do apartheid tupiniquim.
Alguém que acertou, por exemplo, 90% das questões de uma prova de seleção pode perder a vaga para alguém que acertou apenas 40% por não ter se declarado negro ou índio. Ora, todo mundo tem um pouco de negro e índio nesse país. Sejamos sensatos.
Quanto a prioridade para quem estudou em escola pública, isso me parece mais a assinatura de um recibo de incompetência de um Estado que não consegue elevar o nível do ensino a ponto de concorrer com as privadas ou até mesmo de fazer com que elas não sejam mais necessárias.
A lei segue para sanção da presidente.

Nenhum comentário: