quinta-feira, 5 de julho de 2012

Em greve há 85 dias, professores fazem protesto em Itabuna-BA)

Professores da rede estadual, em greve há 85 dias, realizaram uma passeata no centro de Itabuna na manhã desta quarta-feira (04). Vestidos de preto, os docentes mostravam cartazes e faixas conta o governador Jaques Wagner, que se nega a negociar com a categoria. O protesto foi organizado pela Associação dos Professores de Itabuna (API/APLB) e contou com a participação de sindicatos ligados à CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) e de representantes da OAB-Itabuna.
Os professores grevistas estão há dois meses sem receber salário. Para voltar à sala de aula, eles exigem reajuste salarial de 22,22% para todos os padrões, revogação da Lei 12.578/2012 e abertura das contas do Fundeb.
A Lei 12.578, aprovada pela Assembleia Legislativa baiana, é considerada prejudicial à categoria porque, no entendimento dos manifestantes, transforma salários em subsídios, não podendo ser incorporados à aposentadoria.
Os educadores esperam que o governo abra as contas do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para provar se – como afirma o governo – não há condições de pagar o reajuste exigido pela categoria.
Há quase 20 dias o governo rompeu o diálogo com a categoria. Exige o retorno dos professores à sala de aula para retomar negociações e regularizar salários. A gestão oferece reajuste parcelado para novembro deste ano e abril de 2013 e afirma que o reajuste oscilará entre 22% e 26%.

Nenhum comentário: