sábado, 30 de junho de 2012

A poucas horas do fim do prazo para realização de convenções, candidatos ainda procuram aliados

Em Tucuruí a disputa pela prefeitura tende a girar em torno de Jones, Sancler e Furmam
Chegamos ao último dia determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que se realizem as convenções partidárias com vistas a definir suas candidaturas às prefeituras e câmaras de vereadores em todos o municípios brasileiros.
Em Tucuruí o quadro que se desenha até o momento é de três candidaturas. Uma da situação, representada pelo próprio prefeito Sancler Ferreira (PPS), que tentará o fato inédito da reeleição no município, e outras duas da oposição, representadas pelo petista Jones William e pelo peemedebista e ex-prefeito Cláudio Furman.
Das três candidaturas postas, apenas a do PPS já tem a vice definida. Continuará sendo a atual vice-prefeita, a tucana Enilda, que , segundo se comenta a boca pequena, é uma das condições impostas pelo governador para apoiar a candidatura de Sancler. Jones e Furmam continuam com a vaga de vice abertas e em negociações com os aliados.
Tanto no PT quanto no PMDB não se descarta a possibilidade dos vices serem do próprio partido, o que limitaria as candidaturas. Entre os dois candidatos da oposição, Furmam é o que mais avançou nas negociações em relação à vice. Há grandes possibilidades de o escolhido ser o engenheiro Midson, do PHS.
Uma incógnita é a posição do PSC. No partido existe a tendência tanto de fechar com Cláudio Furmam quanto com o atual prefeito Sancler, porém a decisão deve ficar mesmo é para convenção. Líquido e certo é que o partido não fechará coligação com o PT. “Não existe a menor possibilidade”, segundo relatou um membro da executiva municipal.
Veja onde e quando acontecem as convenções dos principais partidos que mexem suas peças nesse complicado tabuleiro de xadrez:
  • PT, PCdoB, PR, PDT: 19 h. no Náutico Clube Vieira
  • PMDB: 19 h. no Lions Clube
  • PSC: 16 h. na Câmara Municipal

Terremoto assusta Baião e Mocajuba no Pará

Um abalo sísmico atingiu os municípios de Baião e Mocajuba, no Baixo Tocantins, na manhã desta sexta-feira (29). Há informações de que moradores de Tucuruí também tenham sentido um tremor semelhante.
O terremoto, que aconteceu por volta de 8h50min, e que durou de 5 a 8 segundos, chegou a destruir casas nas vilas do Umarizal e Arequembaua, no município de Baião.
Os moradores contam que o tremor aconteceu após um barulho semelhante a um trovão e na sequência, por segundos, começaram a presenciar objetos balançando ou caindo nas residências. A população começou a sair das casas e prédios como o da Prefeitura foram evacuados por medida de segurança.
Em Mocajuba, o impacto foi sentido em toda a cidade e alguns moradores ficaram alarmados. A tensão no local teve que ser controlada por policiais militares.
Segundo José Ramundo Abreu, coordenador do 2º Distrito de Meteorologia (Disme), o único sismógrafo do Pará está quebrado e por isso o tremor não foi registrado pela Universidade Federal do Pará.
Ainda segundo Abreu,  os sismógrafos de Brasília e São Paulo captaram um tremor de magnitude acima de 4 graus na escala Richter. 
Em entrevista para o repórter JR Avelar, Abreu contou que acredita que o epicentro do abalo tenha sido em países como Colômbia, Chile ou Venezuela, que constantemente apresentam abalos semelhantes, devido a presença de território que apresente placas tectônicas. "Pela minha experiência, acredito que esse caso registrado no Pará, tenha sido apenas um rescaldo de um abalo maior", afirmou.
Fonte: Dário do Pará

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Panzera será vice de Edmilson

Em coletiva à imprensa PCdoB e Psol anunciam aliança
Em Belém, o PCdoB abriu mão de sua candidatura para apoiar o ex-prefeito Edmilson Rodrigues (Psol). O ex-secretário de esporte e juventude de Ana Júlia, Jorge Panzera, será o vice. Já o PV, que chegou a se aproximar do pesolista, virou à direita e fechou com Jordy (PPS).

Dilma e Cristina na pausa para o café


Mais uma cena do senador

Senador Mário Tapiocouto fica nervoso e dá um show de destempero quando depoente da CPMI do Cachoeira afirma que não declarou dinheiro recebido do governador tucano Marconi Perilo. Conseguiu seus 15 segundos de fama. Cenas do Bom dia Brasil – 28/06/2012. Assista:


Avaliação positiva do governo Dilma sobe para 59%, diz pesquisa CNI/Ibope

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
A avaliação positiva do governo da presidenta Dilma Rousseff subiu em junho, enquanto sua aprovação pessoal permaneceu estável em 77%, mostrou pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta sexta-feira.
De acordo com o levantamento feito pelo Ibope sob encomenda da Confederação Nacional da Indústria (CNI), 59% apontam o governo Dilma como ótimo ou bom, contra 56% em março.
A pesquisa aponta que 32% veem o governo como regular, contra 34% na sondagem anterior, e 8% o classificam como péssimo ou ruim, mesmo patamar de março.
O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios entre os dias 16 e 19 de junho. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.
Fonte: Reuters via Último Segundo

Dilma: sobre sanções ao Paraguai


"Contas sujas" poderão concorrer em 2012

Não estão mais impedidos de concorrer às eleições municipais de outubro próximo aqueles que já foram candidatos, mas que não conseguiram ter aprovadas, pela Justiça Eleitoral, as prestações de contas referentes às sua campanhas em pleito anterior. O ministro Dias Toffoli proferiu na noite desta quinta-feira, em sessão administrativa, o seu voto-vista de minerva e, por 4 a 3, o plenário do TSE acolheu o pedido de reconsideração da norma da Instrução 1.542 da Corte, segundo a qual implicava impedimento para a obtenção da “quitação eleitoral” a não apresentação das contas referentes à campanha anterior devidamente aprovadas.
A petição em questão foi apresentada pelo Partido dos Trabalhadores(PT) mas, posteriormente, outros 13 partidos a endossaram(PMDB, PSDB,DEM, PTB, PR, PSB, PP, PSD, PRTB, PV, PC do B, PRP e PPS).
Leia mais no Jornaldo Brasil

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Convenção do Psol indica aliança com PT em Tucuruí

Junatas: Executiva Nacional decidirá
Ontem aconteceu a convenção do Psol na Câmara Municipal de Tucuruí. Por 11 votos a 2 os filiados decidiram apoiar a candidatura do petista Jones William, porém a decisão final cabe à Executiva Nacional do partido, que proibiu aliança com o PT. A ata da reunião foi encaminhada para Brasília, segundo informou o pesolista Prof. Junatas.
Contradição
Proibir aliança com o PT e fechar com partidos de diretita em outros municípios me parece uma grande contradição. Em Belém o ex-prefeito Edmilson Rodrigues sonha em aliar-se com PV, PTdoB e PTN, entre outros partidos nanicos que até ontem remavam no barco do tucano Simão Jatene.

Polícia Federal prende reitor e diretores do IFPA

Edson Ary, reitor do IFPA (Foto: Daniel Pinto)
A Polícia Federal prendeu na madrugada desta quinta-feira (28) quatro membros da diretoria do Instituto Federal do Pará (IFPA), entre eles o reitor, Edson Ary de Oliveira Fontes, o diretor de projetos, Bruno Garcia Lima, o diretor financeiro administrativo, Alex Daniel Costa Oliveira e o diretor geral do Centro Federal de Educação Tecnológica do Pará (Cefet), Armando Costa Junior. Todos são acusados de formação de quadrilha, peculato e fraude licitações.
Durante alguns meses, com base em documentos obtidos e analisados pela Controladoria Geral da União no Pará, foi detectado o grande esquema de fraudes em licitações, apropriação e desvio de recursos públicos do IFPA e da Fundação de Apoio à Educação Tecnológica, Pesquisa e Extensão do Centro Federal de Educação Tecnológica do Pará (Funcefet).Por conta dos crimes comprovados, os envolvidos foram denunciados pelo Ministério Público Federal, quando foram expedidos pela 4ª Vara da Justiça Federal, em Belém, quatro mandados de prisão preventiva, oito mandados de busca e apreensão, todos cumpridos na manhã de hoje, nos municípios de Belém e Capanema. As buscas foram realizadas na reitoria do IFPA, Campus de Belém, Funcefet e escritórios de contabilidade no centro de Belém.
Os envolvidos responderão na Justiça Federal pelos crimes de formação de quadrilha, peculato e fraudes em licitações. No total, participaram da Operação 60 Policiais Federais da Superintendência do Pará, doze servidores da CGU/PA e membros do MPF.
Os presos foram conduzidos para a sede da Polícia Federal em Belém, mas serão transferidos, ainda na manhã de hoje, para o presídio Anastácio das Neves.
Fonte: DOL

Comissão do PNE na Câmara aprova 10% do PIB para a educação

Estudantes fazem manifestações pela aprovação dos 10% do PIB para a educação
A comissão especial do Plano Nacional de Educação (PNE) aprovou na noite desta terça-feira (26), na Câmara dos Deputados, a aplicação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) em políticas de educação ao longo de dez anos, ou seja, até 2020 quando termina a vigência do plano.
A proposta aprovada diz ainda que até chegar aos 10%, a aplicação deve ser no mínimo de 7% do PIB. Hoje o país aplica 5,1% do PIB no setor, incluindo recursos da União, dos estados e municípios. Para vigorar, o texto ainda precisa ser aprovado pelo Senado.
Em nota, o Ministério da Educação afirma que para se chegar aos 10% do PIB será necessário uma  "tarefa política difícil". Segundo a nota, a proposta aprovada pela Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa o PNE equivale, na prática, ao longo da década, a dobrar em termos reais os recursos para a educação nos orçamentos das prefeituras, dos governos estaduais e do governo federal.
“Em termos de governo federal equivale a colocar um MEC dentro do MEC, ou seja, tirar R$ 85 bilhões de outros ministérios para a Educação. É uma tarefa política difícil de ser executada”, explicou o ministro Aloizio Mercadante.
O Ministério da Educação vai estudar as repercussões e as implicações da decisão e vai aguardar ainda a tramitação no Senado Federal.
Salários dos professores
Ainda nesta terça foi aprovada a meta de equiparação do salário dos professores ao rendimento dos profissionais de escolaridade equivalente. O relatório do deputado Angelo Vanhoni (PT) previa a equiparação até o final da vigência do plano, que é de dez anos. A proposta, no entanto, estabelece a equiparação até o final do sexto ano do PNE.
O Plano Nacional de Educação está em análise na Câmara desde o final de 2010 e define diretrizes para a educação brasileira na próxima década, por meio de 20 metas. Elaborado a partir de 2.906 emendas apresentadas por parlamentares e entidades da sociedade civil, o relatório foi feito a partir do projeto de lei feito pelo Ministério da Educação e enviado ao Congresso pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva em dezembro de 2010.
Fonte: G1

Fiel da balança: PMDB pode facilitar ou dificultar a reeleição de Sancler Ferreira

Todos esperam a posição do PMDB em relação às eleições municipais desse ano. Será que vai ter candidato? Será que apóia a reeleição de Sancler (PPS) ou compõe com a oposição? Andei conversando com um dirigente peemedebista que acompanha as negociações de bastidores e as informações não são nada animadoras. Segundo ele, “o PMDB terá candidato e se for o caso sai sozinho mesmo”, porém afirma que pelo menos um partido está prestes a fechar acordo para formar uma coligação.
Se isso se confirmar, teremos dois blocos de “oposição” contra a reeleição do atual prefeito, as forças se dividem e tudo fica mais fácil para Sancler Ferreira. Tudo indica que o candidato será mesmo o ex-prefeito Cláudio Furmam. A possibilidade de compor com Sancler não foi descartada.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Mauro Gomes desiste de candidatura

Radialista e apresentador de TV, Mauro Gomes anuncia que desiste de concorrer à prefeitura
O pré-candidato do Partido Social Cristão (PSC) desistiu de concorrer à prefeitura de Tucuruí. Ainda nesta manhã estará divulgando sua decisão nas rádios locais. A noticia da retirada da candidatura veio através de nota enviada ao blog hoje pela manhã. Mauro justifica a desistência em razão de problemas de saúde em sua família, o que teria tornado a jornada, já cansativa, impossível.
Sabe-se que o PSC está em negociações avançadas com o atual prefeito, Sancler Ferreira (PPS), porém uma reviravolta pode acontecer, pois existem focos de resistência entre os social-cristãos. Leia a nota divulgada por Mauro Gomes na íntegra:
“Há cerca de três meses o PSC iniciou em Tucuruí um exercício democrático que culminou com a indicação do meu nome a pré-candidatura a prefeito de Tucuruí, e esta indicação encontrou um terreno muito fértil: Entre a população um crescente sentimento de indignação, insatisfação e, por fim, impotência, isso mesmo, impotência diante de tudo o que julgamos errado e isso fez com que uma parcela considerável das pessoas perdesse o interesse pela política, a maioria dos jovens querendo distância e o povo, mais escolado, os que detêm mais conhecimento achando "tudo igual", o que acaba provocando o mesmo desinteresse. Mas a cada dia de exposição percebemos que o PSC foi agregando esses sentimentos negativos e os transformando em desejo de mudança e o nome Mauro Gomes foi ganhando volume nas ruas, nas casas, entre as famílias ansiosas por uma novidade no cenário político. Mesmo sem contar com um aparato financeiro que nos garantisse o devido destaque entre os tradicionais grupos políticos de Tucuruí continuamos avançando sempre com a indispensável ajuda dos nossos bravos filiados e que merecem, sem dúvida nenhuma, muito respeito e coerência de minha parte. Apesar encontramos condições de suportar uma campanha e de competir fui pego em uma situação adversa: Problemas de saúde na minha família, quem me conhece sabe que por conta da doença de meus sogros e em solidariedade à minha esposa eu já estava no sacrifício há algum tempo e com minha estrutura psicológica abalada. Enfim, me pareceu coerente e responsável de minha parte abdicar de minha candidatura para que o PSC pudesse garantir em tempo hábil uma combinação (coligação) interessante e que valorizasse os nossos candidatos. Obrigado a cada um que depositou a sua confiança em mim, não estou desistindo, apenas recuando para num momento futuro continuar nosso projeto de mudança política em Tucuruí. Que Deus abençoe a todos.”

Mauro Gomes
27/06/2012

Oposição fecha acordo. Jones será o candidato

Jones William (PT)
Finalmente os passos se acertam na oposição. Ontem o PT conseguiu reunir em torno da candidatura de Jones William mais quatro partidos. PT, PR, PDT, PCdoB e PPL bateram o martelo e comporão a maior coligação de oposição, até agora, para disputar a prefeitura de Tucuruí.
Agora as negociações continuam para tentar atrair o PMDB. Jones considera importante a vinda dos peemedebistas para que a chapa se torne mais competitiva. Para isso está sendo oferecida a vice ao partido. Outros partidos menores, como PHS e Psol também estão no campo de visão da coligação.
O presidente do PDT e ex-vereador, Vieira, concorda com a vinda do PMDB pelo peso político que joga o partido no município e também pelo tempo de TV que pode somar, tornando a chapa mais competitiva. Ele disse que a decisão dos pedetistas de apoiar a candidatura de Jones se dá em virtude do petista ser o único que não possui passado sujo e não tem problemas com a justiça. “Nesse processo todo, Jones é a única novidade. Ele é jovem e tem carisma. Acredito que conseguirá disputar de igual pra igual com o atual prefeito”, completou.
Os partidos da coligação já acertaram para fazer uma convenção coletiva no dia 30 de junho. O evento ocorrerá no Náutico Clube Vieira.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Em Belém os comunistas apresentam suas armas

Jorge Panzera é candidato ao Palácio Antônio Lemos
Vinte anos depois de ter lançado a então mais votada deputada federal do Pará, Socorro Gomes, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) volta ter candidatura própria na capital, Belém. No último dia 23, o partido decidiu-se, em convenção, pela candidatura do ex-secretário de esporte e juventude do governo Ana Júlia, Jorge Panzera.
Em Belém a conjuntura é um pouco parecida com a de Tucuruí, pois não existe uma liderança que consiga aglutinar a oposição, que sai com múltiplas candidaturas. Psol, PT e agora o PCdoB decidiram por candidaturas próprias que se enfrentarão nas urnas. O que talvez tenha motivado essa situação é o fato de que esse ano não tem reeleição e o atual prefeito nem tenha conseguido um candidato para sucedê-lo.
No caso do PCdoB pesa ainda a necessidade de sobrevivência da legenda e de renovação de suas lideranças. Panzera é jovem e politicamente preparado para o debate. Acho que vai cair no gosto do povo, principalmente da juventude.

26 de junho: Dia Mundial em Apoio às Vítimas de Tortura

Instituído durante a Assembleia Geral das Organizações das Nações Unidas no ano 1997, o Dia Mundial em Apoio às Vítimas de Tortura, mais do que uma homenagem às pessoas que sofreram práticas da tortura, é um alerta ao governo e à sociedade, pela reafirmação da condenação coletiva da tortura e de todos os tratamentos cruéis, desumanos e degradantes, e principalmente, um apelo por sua erradicação contra a humanidade.
Segundo determinação da ONU, a tortura não pode ser justificada sob nenhuma circunstância, sendo expressamente proibida em inúmeros documentos internacionais. Além de causar danos físicos e psicológicos na vítima, este ato cruel também fere a dignidade humana.
Fonte: JB

Mercosul suspende Paraguai de cúpula

Paraguai vive momento político dificil com o golpe que destituiu Lugo
Países-membros condenam impeachment de presidente e impedem participação de paraguaios na próxima reunião
Apesar dos esforços do novo chanceler paraguaio, José Félix Estigarribia, de buscar diálogo com países vizinhos após o impeachment de Fernando Lugo, o Paraguai foi suspenso da próxima reunião de cúpula do Mercosul, marcada para quinta-feira em Mendoza, na Argentina. A informação foi transmitida neste domingo por comunicado pela chancelaria da Argentina. Segundo o texto, os países-membros decidiram “suspender o Paraguai de forma imediata do direito de participar da 43 Reunião do Conselho do Mercado Comum e Cúpula de Presidentes do Mercosul, assim como das reuniões preparatórias”. O documento assinala que Brasil, Argentina, Uruguai, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Peru reprovam energicamente a “ruptura da ordem democrática na República do Paraguai”.
Antes do comunicado, a Venezuela já havia anunciado a interrupção do envio de petróleo ao Paraguai. Além disso, Venezuela, Argentina, Uruguai e Brasil convocaram seus embaixadores instalados na capital. Em nota divulgada ainda na noite de sábado, o Itamaraty condenou o processo de impeachment e chamou de volta para Brasília o diplomata brasileiro Eduardo dos Santos. “O governo brasileiro condena o rito sumário de destituição do mandatário do Paraguai, decidido em 22 de junho último, em que não foi adequadamente assegurado o amplo direito de defesa”, disse a nota.
Neste domingo, pela primeira vez após o seu afastamento, o presidente deposto Fernando Lugo apareceu e anunciou que vai ao encontro do Mercosul. Ele ainda pediu que a democracia retorne ao seu país e afirmou que vai apoiar todas as manifestações pacíficas para que a abalada ordem institucional seja restabelecida. “Este é um governo falso. Não se pode colaborar com um governo que não tem legitimidade”, declarou.
Fonte: Diário SP

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Eleições 2012: situação indefinida em Tucuruí

Quem vai encarar?
Chegamos à última semana para que os partidos definam candidaturas e coligaçãoes e o quadro político em Tucuruí ainda está praticamente como há um ano. Somente foi definida a candidatura à reeleição do atual prefeito, Sancler Ferreira (PPS).
A oposição não se decide se une ou aparta de vez. Pelo jeito a definição só sai mesmo aos 47 do segundo tempo. PT e PMDB marcaram suas convenções para o dia 29 de junho, enquanto que a do PSC ficou para o dia 30. Isso não quer dizer que tudo ficará claro nessas datas. A nuvem negra que paira sobre a oposição só deverá se dissipar no dia 5 de julho, prazo final para registro de candidaturas junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Até lá as atas devem ficar em aberto, como é de praxe.
Esse ano serão escolhidos novos prefeitos e vereadores (ou não). Conheça as principais datas referentes às eleições 2012:
  • Um ano antes do pleito, 7 de outubro de 2011, todos os partidos que quiserem participar das eleições devem ter obtido registro no TSE. O prazo é o mesmo para os candidatos que pretendam concorrer estarem com sua filiação partidária regularizada, e terem como domicílio eleitoral a circunscrição na qual pretendem disputar mandato eletivo.
  • A partir do primeiro dia do ano da eleição, os institutos de pesquisa ficam obrigados a registrar seus levantamentos.  Também a partir desse dia, a Administração Pública fica proibida de distribuir bens, valores ou benefícios gratuitamente, a não ser em situações excepcionais.
  • Em 9 de maio termina o prazo para que o eleitor possa requerer inscrição eleitoral ou transferência de domicílio. Neste mesmo dia termina o prazo para que o eleitor com deficiência ou com mobilidade reduzida peça transferência para uma seção eleitoral especial.
  • As convenções para escolha dos candidatos acontecem entre os dias 10 e 30 de junho. Nesse período, emissoras de rádio e TV estão proibidas de transmitir programas apresentados por candidato escolhido em convenção.
  • Os registros dos candidatos podem ser feitos, pelos partidos ou coligações, até o dia 5 de julho. No dia seguinte, passa a ser permitida a realização de propaganda eleitoral, como comícios e propaganda na internet (desde que não paga), entre outras formas.
  • Os registros dos candidatos podem ser impugnados até o dia 18 de julho, seja por adversários, partidos políticos, coligações ou pelo Ministério Público.
  • No dia 6 de agosto os candidatos devem apresentar à Justiça Eleitoral, para divulgação pela internet, relatório dos recursos recebidos para financiamento da campanha eleitoral: a primeira prestação de contas parcial.
  • A propaganda eleitoral gratuita na rádio e na TV começa no dia 21 de agosto, uma terça-feira.
  • A segunda prestação de contas parcial deve ser apresentada por candidatos e partidos políticos até o dia 6 de setembro.
  • A lacração dos programas-fonte, executáveis, arquivos fixos, de assinatura digital e chaves públicas, utilizados nas urnas eletrônicas, acontece até o dia 19 de setembro.
  • A propaganda eleitoral gratuita na rádio e na TV se encerra no dia 4 de outubro, três dias antes da realização do pleito. Na mesma data se encerra o prazo para propaganda mediante reuniões públicas ou comícios, e também para realização de debates nas rádios e nas TVs. No dia 5, se encerra o prazo para divulgação de propaganda paga em jornal impresso. E no dia 6, acaba o prazo para propaganda mediante alto-falantes ou amplificadores de som, bem como para distribuição de material gráfico e promoção de carreatas.
  • O primeiro turno acontece no primeiro domingo de outubro, dia 7.
  • Nos municípios onde houver necessidade de segundo turno, a propaganda eleitoral fica permitida já a partir do dia 8. A propaganda eleitoral gratuita na rádio e na TV, para o segundo turno, pode começar até o dia 13 de outubro e se estende até o dia 26. O segundo turno acontece no último domingo de outubro, dia 28.
  • No dia 6 de novembro acaba o prazo para partidos e candidatos - exceto os que forem para segundo turno - encaminharem à Justiça Eleitoral as prestações de contas do primeiro. Os candidatos que concorrerem no segundo turno têm até 27 de novembro para prestar contas.
  • O eleitor que não votar no primeiro turno tem até o dia 6 de dezembro para justificar sua ausência ao juiz eleitoral. Quem não votar no segundo turno tem até 27 de dezembro para se justificar.
  • A diplomação dos eleitos deve acontecer até o dia 19 de dezembro.
Com informações do TSE

Furmam terá que recolher mais de 2,5 milhões ao TCM

Às vésperas de uma possível anunciação da candidatura do ex-prefeito Cláudio Furmam a um novo mandato na prefeitura de Tucuruí, o Tribunal de Contas dos Municípios publicou edital no Diário Oficial do Estado (DOE) onde o notifica que este deverá recolher àquele órgão da justiça o valor de R$ 2.660.382,46 (dois milhões, seiscentos e sessenta mil, trezentos e oitenta e dois reais e quarenta e seis centavos), referentes ao exercício financeiro de 2006, seu último ano de mandato.
Interessante observar que a convenção do PMDB, que seria amanhã, foi repentinamente adiada para o dia 30 de junho. Será que a notificação teve alguma influência no adiamento? Abaixo o destaque da notificação. Clicando na imagem você acessa o DOE.


sábado, 23 de junho de 2012

A cédula de Itu

O tamanho da cédula surpreendeu os votantes
A cidade de Itu, no Estado de São Paulo, é famosa por tudo lá ser de tamanho exagerado, fama inaugurada pelo comediante Francisco Flaviano de Almeida, o famoso Simplício. Quem votou na eleição para a coordenação estadual do Sintepp essa semana se surpreendeu com o tamanho da cédula, que mais parecia um cartaz. Um exagero sem explicação, embora a justificativa estivesse visível na própria cédula, que trazia impressos os nomes de todos os membros das cinco chapas concorrentes, cada uma com aproximadamente 51. É a cédula de Itu.

UPA 24 h. Será inaugurada amanhã com presença de ministro

Ministro da Saúde, Antônio Padilha
Segundo informações do blog vereador Tom Bonfin (PT), O ministro da saúde, Alexandre Padilha, estará em Tucuruí amanhã para inaugurar a primeira UPA 24 h. da Região. Ainda segundo o vereador, na inspeção que realizou no local na última quinta-feira, 21, observou que a prefeitura não providenciou a instalação de subestação elétrica própria. A obra é do governo federal e os equipamentos deveriam ficar a cargo do poder público local. O ministro quer a unidade funcionando logo após a inauguração.

Candidatura de Sancler à reeleição será anunciada hoje na convenção do PPS

18 partidos comporão a coligação que tentará reeleger o atual prefeito de Tucuruí
Hoje acontece a convenção do Partido Popular Socialista (PPS), legenda que abriga o atual prefeito de Tucuruí e deverá confirmá-lo como candidato à reeleição.
Conversei há pouco com um dos coordenadores do evento e também da futura campanha do prefeito, Sr. Ademildo, que confirmou a presença de 18 partidos na coligação majoritária. Esses mesmos partidos deverão formar de 4 a 5 coligações para a disputa da Câmara Municipal. Segundo Ademildo, essas coligações ainda não estão fechadas, pois ficam a cargo dos partidos e não têm nenhuma interferência do candidato majoritário.
Sobre o candidato a vice, o coordenador disse que até o momento é Enilda (PSDB), porém não está descartada a possibilidade de outra liderança ocupar a vaga. “Na convenção pode ter surpresa”, completou.
Para Ademildo a reeleição do atual prefeito se justifica pelo trabalho e determinação no cumprimento dos compromissos de campanha que assumiu no último pleito e pelas obras e benefícios trazidos para o povo de Tucuruí. A convenção do PPS acontece a partir das 19 h. no salão da colônia de pescadores, no cais da cidade.

Em golpe da direita, Senado destitui Lugo no Paraguai

Com 39 votos contra quatro e duas ausências no Senado, o já ex-presidente do Paraguai, Fernando Lugo, sofreu um processo relâmpago de impeachment e está afastado das atribuições da presidência do país. A Unasul e outros organismos internacionais manifestaram que não apoiam a destituição e que não vão reconhecer outro presidente. O país poderá sofrer sanções por violar a ordem democrática.
Com a decisão do Senado, o vice-presidente Federico Franco, do Partido Liberal Radical Autêntico, assume o poder. O Partido não governava o país há 74 anos. A expectativa é de que Franco faça o juramento ainda nesta sexta-feira (22). O pedido de impeachment foi aprovado, na manhã desta quinta-feira (21) pelo Congresso.
Alguns incidentes violentos começam a ser verificados nas ruas nos arredores do Congresso, onde cerca de 50 mil pessoas estiveram desde esta quinta-feira (21) reunidas para manifestar apoio a Lugo. Até o momento, há o registro de duas pessoas feridas.
Em declarações às emissoras de TV que estão acompanhando o caso, os manifestantes expressam desde a tarde desta sexta (22) total descontentamento com a decisão. Palavras de ordem como “Ditadura nunca mais” eram ouvidas. Outros, pedem sensibilidade à polícia: “vocês têm filhos, peço paz”.
Contexto
Desde a tarde desta sexta (22), as informações de jornais paraguaios davam conta de que o documento que destituiria Lugo já estava pronto. Essa denúncia foi apresentada pela defesa de Lugo, que foi realizada na tarde do mesmo dia.
A acusação foi articulada de forma que não houve tempo hábil para a defesa articular os argumentos, uma vez que o prazo para isso foi de menos de 24 horas. Os advogados de Lugo tiveram apenas duas horas para fomentar a argumentação.
Foram cinco as acusações contra Lugo: ato político no comando de engenharia das Forças Armadas; caso Ñacunday (conflito envolvendo sem-terras da região); crescente insegurança pública; Protocolo de Ushuaia II (considerado pelo Congresso como uma afronta à soberania do país) e, por fim, o recente caso da matança de Curuguaty. Os argumentos apresentados pela acusação foram baseados somente em matérias publicadas pelos jornais locais.
Sobre todas essas acusações, o documento oficial de acusação dizia que “todas as causas mencionadas acima são de pública notoriedade, motivo pelo qual não necessitam ser provadas, conforme nosso ordenamento jurídico vigente”.
O tom da argumentação dos deputados era violento e ficou evidente o ódio de classes presente nos discursos. As declarações beiraram o irresponsável ao aliar o ex-presidente Fernando Lugo ao massacre ocorrido na última sexta-feira em Curuguaty. Na ocasião, 11 campesinos e 7 policiais morreram em um conflito no campo em uma tentativa de reintegração. Na ocasião, 100 famílias tentaram ocupar terras do latifundiário Blás Riquelme, ex-senador do Partido Colorado.
O caso de Curuguaty ainda não foi totalmente esclarecido, “mas dirigentes dos movimentos sociais denunciam o envolvimento de franco-atiradores, que teriam disparado contra camponeses e policiais. Seria mais uma aplicação do chamado ‘crime de bandeira trocada’, a mesma estratégia tantas vezes utilizada na região para justificar intervenções e golpes”, denuncia o professor da Unila, Luciano Wexel Severo, em artigo publicado pelo Vermelho.
Da Redação do Vermelho,
Vanessa Silva

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Professores devem reeleger grupo que está há 30 anos no comando do Sintepp estadual

Na apuração dos votos: a tesoureira Socorro e o Prof. Augusto Magalhães (eu), representando a chapa 03, de oposição à atual diretoria
Aos trancos e barrancos, o Sintepp de Tucuruí cumpriu a tarefa de realizar no município o processo eleitoral que escolhe a nova coordenação estadual do Sindicato dos professores. Por aqui o resultado foi o seguinte:

CHAPA 01:       168 votos
CHAPA 03:       42 votos
BRANCOS:       08 votos
CHAPA 04:       05 votos
NULOS:            04 votos
CHAPA 02:       02 votos
CHAPA 05:       01 votos

Em Belém concentra-se a soma dos votos de todos os municípios paraenses e o resultado final deve demorar um pouco para ser divulgado, porém a tendência é que haja reeleição. O sindicato é dirigido há 30 anos pelo mesmo grupo político, que esteve representado pela chapa 01.

Sintepp de Tucuruí em situação precária

 A situação da entidade já era difícil desde o inicio da atual gestão devido a várias defecções, mas o que parecia ruim piorou com a chegada das eleições municipais. Outra leva de diretores se afastou para concorrer à Câmara Municipal e hoje o Sintepp conta com pouco mais de quatro braços para levar a frente a luta da categoria.

Maluf não perde a mania

Clique na charge para ampliar

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Gualberto declina e Furman representará PMDB

Sai Gualberto e entra Furman na disputa pela prefeitura de Tucuruí
O ex-deputado e pré-candidato do PMDB à prefeitura de Tucuruí, Gualberto Neto, visitou as rádios locais hoje para anunciar publicamente que desistiu de sua candidatura. Ele disse que desde o seu lançamento, em setembro do ano passado, vinha trabalhando para viabilizar-se como candidato do partido, tarefa que recebeu num grandioso encontro que reuniu lideranças do município e da Região, além de ter contado com a presença do senador Jader Barbalho, do Dep. Parsifal Pontes e do prefeito de Ananindeua, Helder Barbalho, porém reconheceu que não obteve êxito, principalmente na busca de alianças com os partidos.
Ele disse ainda que houve uma conversa com as lideranças peemedebistas e, de comum acordo, ficou acertado que o candidato do partido seria o ex-prefeito Cláudio Furman. Gualberto continua no PMDB, mas deverá se dedicar à política regional.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

De 30 grandes cidades, PSDB lidera em 6

A campanha eleitoral para prefeitos e vereadores neste ano está só começando, mas já há pesquisas de opinião de voto relativamente recentes em 30 grandes cidades brasileiras. Nesse universo, o PSDB está na frente em 6 disputas. É seguido pelo PT, com 4 candidatos favoritos.
O conceito de “candidato favorito” é usado quando o político está em primeiro lugar isolado, à frente dos demais concorrentes e fora da margem de erro da pesquisa. No caso dos tucanos, a posição de favoritismo ocorre no momento em 4 capitais e em 2 grandes cidades –entre as que têm mais de 200 mil eleitores. No PT, os favoritos estão em 2 capitais e 2 cidades grandes.
Continue lendo no Blog do Fernando Rodrigues.

TSE divulga lista com 6.000 políticos inelegíveis

A presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministra Cármen Lúcia, recebeu nesta terça-feira (19) do presidente do TCU (Tribunal de Contas da União), Benjamin Zymler, a relação de políticos que tiveram suas contas rejeitadas por irregularidades pelo TCU.
A rejeição das contas pode tornar inelegíveis esses políticos com base na Lei da Ficha Limpa, segundo afirmou a ministra Carmen Lúcia. Caberá à Justiça Eleitoral decidir obre a inelegibilidade em cada um dos casos.
A lista inclui ao menos 6.000 nomes de gestores públicos federais, estaduais e municipais que tiveram contas rejeitadas pelo TCU em decisões definitivas, e irrecorríveis, nos últimos oito anos, segundo informou o presidente do TCU.
O TSE disponibiliza a lista completa neste link, que será encaminhada para a Justiça Eleitoral em cada um dos Estados.
A presidente Carmen Lúcia afirmou que a Lei da Ficha Limpa “é uma das grandes aquisições cívicas” da sociedade brasileira. “Nós pretendemos nessa eleição dar plena efetividade jurídica e social a essa lei, para que a gente tenha o aperfeiçoamento das instituições democráticas”, disse a ministra em entrevista coletiva nesta terça-feira (19).
Na coletiva, a ministra informou também que o julgamento do registro de candidaturas de políticos que tiveram as contas de campanhas reprovadas, incluído na pauta da sessão do TSE desta terça-feira (19), foi adiado para a próxima quinta-feira (21).
Fonte: UOL

quinta-feira, 14 de junho de 2012

CCJ confirma fim de coligações proporcionais

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) rejeitou, nesta quarta-feira (13), quatro emendas de plenário à proposta de emenda à Constituição (PEC 40/2011) que admite coligações apenas nas eleições majoritárias (presidente da República, governador e prefeito). Com essa decisão, fica mantida a proibição para os partidos se unirem para disputar eleições proporcionais (deputado federal, deputado estadual e vereador).
Leia mais na Ag. Senado.

"Vou resistir, vou continuar lutando", diz Agnelo na CPMI

Agnelo Queiroz, Gov. do Distrito Federal
O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, negou nesta quarta-feira à CPI qualquer favorecimento à construtora Delta, alvo de denúncias que envolvem o bicheiro Carlos Cachoeira, e disse que sofre perseguição política pelo crime organizado no DF. Ele negou também ter favorecido o grupo do contraventor. “É legitimo eu questionar, quero o nome de uma pessoa que eu tenha nomeado a pedido de Cachoeira. Um só nome que eu tenha nomeado a pedido de Cachoeira com todas as 30 mil horas de gravação [da Operação Monte Carlo]”, afirmou. Agnelo disse que não vai “conviver com desconfiança da sua biografia” e colocou à disposição da CPI seus sigilos bancário, fiscal e telefônico. E foi muito aplaudido por parlamentares da base aliada presentes na comissão.

IG Notícias

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Vamos acabar com 30 anos de mesmice no Sintepp

Nos dias 19 e 20 de junho acontecem as eleições para o Sintepp (Estadual). Eu estou concorrendo pela CHAPA 3 – SINTEPP DE CARA NOVA. É a chapa da oposição, por um sindicato mais politizado e que esteja preparado para negociar com o governo em nome da categoria. Há muito tempo perdemos a capacidade de negociação. Nossas lideranças estão desacreditadas e precisam ser renovadas. Pra se ter uma ideia, o mesmo grupo dirige o Sintepp há 30 anos. Chega de mesmice.
Visite o blog daCHAPA 3 e entre nessa luta.