domingo, 29 de abril de 2012

Suspeitos da morte de jornalista serão presos

A Justiça decretou a prisão temporária de dois suspeitos de participação no assassinato do jornalista Décio Sá, na última segunda-feira, no Maranhão. A polícia também foi autorizada a fazer uma operação de busca e apreensão nas casas dos dois.
A investigação corre em sigilo. Cerca de 22 mil itens recolhidos estão sendo analisados na investigação.
A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão trabalha com a hipótese de morte encomendada e ofereceu R$ 100 mil a quem tivesse pistas do assassino.
O caso
O jornalista Décio Sá foi assassinado com seis tiros em um restaurante da Avenida Litorânea, na capital maranhense, na noite da última segunda-feira (23). Além do Blog do Décio, um dos mais acessados do estado, o jornalista era repórter da editoria de política de O Estado do Maranhão, pertencente à família do presidente do Senado, José Sarney.
Uma das últimas reportagens publicadas pelo blogueiro fazia referência ao julgamento marcado para amanhã, no município de Barra do Corda, dos acusados de matar em 1997, o líder comunitário e sem-teto Miguel Pereira Araújo, conhecido como Miguelzinho.
Fonte: band.com.br

Nenhum comentário: