terça-feira, 10 de abril de 2012

Professores devem "bancar" Conferência Municipal de Educação com pagamento compulsório

Cartaz anuncia conferência para "capacitar" os profissionais da educação
Os professores estão cada vez mais revoltados com a Conferência Municipal de Educação que a SEMED está preparando para maio. É que as notícias que chegam às escolas dão conta de que todos devem participar ou então terão que fazer reposição de aulas dos dias em que ocorrerá o evento. Até aí tudo bem, acontece que, para “participar”, cada professor deve pagar a módica quantia de R$ 20,00. Uma mixaria, não é?
Para alguns pode até ser uma mixaria, porém pelo menos um erro grave se comete nesse caso. É que, como se trata de um evento promovido pela Secretaria de Educação, este deveria, no mínimo, ser gratuito. Da forma como se coloca é pagamento compulsório. Não existe opção, por exemplo, do professor participar como ouvinte. Tem mesmo que meter a mão no bolso ou sofrerá as “consequências”.
Recentemente eu tive uma audiência com a secretária de educação, Profª. Marivane, e ela me disse que muita coisa que os diretores falam em nome dela nas escolas não é exatamente ordem dela. Muita coisa se desvirtuaria no caminho entre o gabinete da secretária e a sala dos professores. Acredito que este seja um caso.
Bem, pelo menos eu espero que seja, pois, embora queira participar da conferência, não consigo concordar em pagar nem um centavo por um evento promovido por um órgão público. Ainda mais quando se trata da qualificação de seus profissionais, dos quais se espera retorno nas salas de aula.
Se a moda pega, daqui a pouco a Secretaria de Saúde vai cobrar por uma palestra sobre DST; a de Meio Ambiente, sobre reciclagem de lixo; a CTTUC sobre educação no transito; e por aí vai.

3 comentários:

Anônimo disse...

ESSES PROFESSORES DEVERIAM BOICOTAR FALTANDO A ESTA CONFERÊNCIA.

PROVA PRA ELES EDUCADORES QUE VOCÊS SÃO EDUCADORES E NÃO BONECOS DE PRESÉPIOS.
FALTEM E DEEM UMA BANANA PRA ELES.

Anônimo disse...

O mais engraçado é que verbas caríssimas para carnaval e futebol...e qd se trata de formação continuada oferecida por um órgão público...vem essa palhaçada de pagar...o pior não é isso é que o pessoal de apoio é obrigado a comparecer...muitos reclamaram com o valo...Pois para muitas pessoas o valor é pouco, mais para que ganha 700,00 reia e paga aluguel, comida e etc...?( pessoal de apoio) Gente nem sei mais o que pensar dessa gestão...perdi as palavras....e tb a identidade pq não posso nem me expressar claramente...pois em seguida vem a perseguição....
Colegas não somos obrigados a participar...vamos pagar esses dias e acabouuuuuuuuuuuuuuuuu.

Anônimo disse...

A conferência é importante, mesmo que seja paga,não concordo que os professores participem só como ouvintes pelo contrário, é uma excelente oportunidade pra fazer muito barulho, pra todos os professores se fazerem presentes e falarem, e muito,devidamente munidos com seus comprovantes de pagamento se for o caso, e fazerem do evento um ocasião de protesto,a gestão municipal pode até não ouvir o clamor de seu povo, mas quem sabe os conferencistas convidados ouçam.De um jeito ou de outro, tamo pagando!