sábado, 17 de março de 2012

A volta da censura

Jornalista Franssinete. Mais uma censurada pela justiça paraense
O Pará é mesmo contraditório quando o assunto é justiça. Ao mesmo tempo em que rejeita ação contra um agente da Ditadura Militar, o Coronel Sebastião Curió, trás de volta a tão odiosa censura que faz lembrar aqueles tempos sombrios iniciados em 1964.
O juiz Miguel Lima Jr (será que eu deveria citar o nome dele?) proibiu a jornalista Franssinete Florenzano, que edita o blog Uruatapera, de mencionar, sob qualquer forma, o vereador de Belém Gervásio Morgado (PR). Ela ainda deve apagar todas as matérias e comentários passados, mesmo os de anônimos, que citem sua excelência. Caso descumpra o ditado, deverá desembolsar 5 mil Reais por dia de multa.
E o pior é que esse não é o primeiro caso de censura à imprensa alternativa no Estado. Outros também já foram agraciados com ordens igualmente vergonhosas de togados paraoaras, como os jornalistas Ana Célia Pinheiro, do blog A Perereca da Vizinha; Augusto Barata, do Blog do Barata e Lúcio Flávio Pinto, do Jornal Pessoal. Onde vamos parar?

Um comentário:

Anônimo disse...

Ixi... a coisa ta feia, desse jeito o "Legal" vai entrar na justiça (como sempre faz), pra querer que nenhum blog na cidade cite o nome dele.