sábado, 17 de março de 2012

Professores irão à justiça por abono

Enquanto muitos professores trabalhavam normalmente durante a paralização nacional, outros preferiram ir ao MP acomapanhar a audiência
Ontem aconteceu mais uma audiência entre o Sintepp, o Conselho do Fundeb, a prefeitura e o Ministério público para tratar da questão do abono. Sem uma resposta convincente da prefeitura sobre onde foi parar parte dos recursos vindos do Governo Federal para pagar os professores, o sindicato resolveu entrar com ação de cobrança na justiça.
Os professores reivindicam um abono salarial que seria proveniente de sobras do Fundeb no ano de 2011. Segundo o Conselho, mais de 2 milhões de Reais devem ser incorporados aos ganhos do docentes da Rede Municipal de Ensino.
A audiência fez parte da programação dos três dias de paralisação oganizada pela Confederação Nacional do Trabalhadores em Educação (CNTE). Nenhum representante da prefeitura compareceu.

Um comentário:

Anônimo disse...

Pois é e ai? Cm vai ficar????
Gente isso tem que ir pra mídia nacional- jornal nacional e outros.
Será possível q só em Tucuruí td acontece e fica por isso mesmo..?égua mano é demais..