sexta-feira, 16 de março de 2012

Luto: morre Aziz Ab’Saber aos 87 anos

Aos 87, morreu o geógrafo Aziz Ab'Saber. Foto: Francisco Emolo / Jornal da USP
Aos 87 anos, o geógrafo Aziz Nacib Ab’Saber morreu na manhã desta sexta-feira 15 de março. A informação é da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), da qual Ab’Saber era o presidente de honra. O pesquisador da USP marcou o desenvolvimento da geografia brasileira e sua obra tem reconhecimento internacional.
As causas da morte ainda são desconhecidas. Ab’saber foi autor de publicações importantes nas áreas de ecologia, biologia evolutiva, fitogeografia, geologia, arqueologia e geografia e acumulou prêmios como o Jabuti, Prêmio Unesco pela Ciência e Meio Ambiente, o Prêmio Almirante Álvaro Alberto para Ciência e Tecnologia (1999), concedido pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e a Medalha de Grão-Cruz em Ciências da Terra pela Academia Brasileira de Ciências. Tem uma obra extensa sobre os ecossistemas brasileiros e é responsável por criar uma de suas classificações morfológicas.
O geógrafo nasceu em São Luiz do Paraitinga, no interior paulista, em 24 de outubro de 1924. Filho de imigrante libanês e mães brasileira,ingressou na Faculdade de Geografia e História da Universidade de São Paulo aos 17 anos. Pouco depois, tornou-se professor universitário. Mesmo aposentado, o intelectual continou atuante. Segundo a SBPC, Aziz visistou na tarde da quinta-feira 15 a sede da instituição, que presidiu entre 1993 e 1995, e entregou um DVD com toda sua obra publicada para divulgação. Uma de suas marcas era o forte posicionamento político. Durante as discussões sobre o novo Código Florestal, fez declarações criticando o texto que, segundo ele, não considerava os diferentes climas do país.
A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP decretou luto oficial nesta sexta-feira, com suspensão das aulas. O velório ocorrerá a partir das 19h no Salão Nobre da instituição.

Nenhum comentário: