quarta-feira, 14 de março de 2012

Dilma substitui rebeldes na Câmara e no Senado

Jucá deixa liderança do governo no Senado
A presidente Dilma Roussef respondeu com firmeza às rebeliões na base aliada na semana passada, tanto na Câmara quanto no Senado. Trocou seus respectivos líderes naquelas Casas.
Na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP) teve desgastes com a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e também em votações. Foi substituído pelo deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP).
Já no senado a situação foi mais grave. Romero Jucá (PMDB-RR) foi substituído pelo senador Eduardo Braga (PMDB-AM) depois da bancada peemedebista rejeitar o nome de Bernardo Figueiredo para diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), que foi uma indicação de Dilma.
Oficialmente, o Planalto argumenta que as mudanças são motivadas por um sistema de rodízio que a presidente quer implementar.

Nenhum comentário: