quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Professores decidem entrar em greve por abono

A Rede Municipal de Ensino de Tucuruí começará o ano letivo em greve. Essa foi a decisão tomada ontem pela maioria dos presentes na Assembléia do Sintepp. O movimento paredista, terá inicio no dia 06 de fevereiro, justamente quando começariam as aulas. Professores e demais funcionários querem o abono a que teriam direito referente às sobras do Fundeb.
De acordo com a lei, 60% do recurso do Fundo devem ser usados para pagamento de pessoal. Havendo sobra, esta deve ser rateada entre os funcionários da educação. É o que vem acontecendo em vários municípios brasileiros, inclusive nos vizinhos Breu Branco, Baião, Marabá e Curionópolis, dentre outros.
De acordo com uma avaliação preliminar do Conselho do Fundeb, apresentada na Assembléia, existe uma sobra que gira em torno de 1,3 milhões, sendo que este número pode ser bem maior, já que, segundo os conselheiros, a Secretaria de Educação não repassou todas as informações documentais sobre as despesas feitas com o recurso. O recurso também estaria sendo usado indevidamente, como, por exemplo, no pagamento do vale alimentação.

4 comentários:

Anônimo disse...

CADEIA NESSE PREFEITO E SECRETÁRIA!!!

Anônimo disse...

Se preparem professores que a %$#@(*& da secretária de deseducaçao vai perseguir porque e so o que ela sabe fazer, educaçao a *&% %$# nunca deu para ela. Mas nao se esqueçam a uniao faz a força, vamos em FRENTEpois quem SABE FAZ A HORA NÃO ESPERA ACONTECER....

Anônimo disse...

Esse prefeito e secretária prepotentes devem sair para nunca mais ocupar cargo público, nem aqui, nem em outro lugar.
Deus nos livre dessas pessoas continuarem no poder! A gente não merece mais essa escravidão! Será que o filho e a filha da secretaria, as assessoras vão aceitar em greve? Bando de traidores, só sabem andar com a cabeça pra cima.

Anônimo disse...

que greve está acontecendo ???? se todas as escolas estão funcionando com aulas ?????