quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Jader pode tomar posse dia 28

Em reunião nesta terça-feira, a Mesa do Senado escolheu o senador João Vicente Claudino (PTB-PI) para elaborar relatório sobre o processo de posse de Jader Barbalho (PMDB-PA), que obteve, junto ao STF (Supremo Tribunal Federal), o direito de assumir o mandato de senador pelo Pará.
Jader Barbalho recebeu votos suficientes para ser eleito em 2010, mas foi barrado pela Lei da Ficha Limpa. O STF, no entanto, considerou a lei inaplicável nas eleições do ano passado, abrindo caminho para a sua posse.
João Vicente vai examinar os documentos apresentados por Jader Barbalho, entre eles, ofício do TRE-PA (Tribunal Regional Eleitoral do Pará), comunicando à Casa a retotalização dos votos determinada pelo STF. O documento informa que Jader obteve 1.799.762 votos, do total de 4.483.459 votos válidos registrados na ata geral das eleições de 3 outubro de 2010.
A senadora Marinor Brito (PSOL-PA) que ocupa atualmente a cadeira pleiteada por Jader Barbalho, terá cinco dias úteis para se pronunciar formalmente sobre o assunto. O mesmo procedimento foi aplicado recentemente nos casos das posses dos senadores Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e João Capiberibe (PSB-AP). Terminado esse prazo, o relator apresentará seu parecer.
A expectativa da Mesa, de acordo com o 1º secretário, senador Cícero Lucena (PSDB-PB), é voltar a se reunir na quarta-feira (28). Se o parecer for favorável à posse, Jader Barbalho deverá assumir o mandato perante a Comissão Diretora, visto que, a partir de 23 de dezembro o Congresso estará em recesso, só retomando seus trabalhos no dia 2 de fevereiro de 2012.
“Não estamos fazendo um julgamento do caso, mas cumprindo aquilo que foi determinado [pelo STF] a exemplo dos dois casos anteriores. Caso o parecer seja favorável a sua posse ele já poderá tomar a posse perante a própria Mesa”, disse Cícero Lucena.

Um comentário:

Anônimo disse...

Escapamos do estupro constitucional, e vamos ser estuprados financeiramente.