sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Greve: Rui Barbosa e Ribeiro de Sousa decidem parar

Reunidos nesta quinta-feira, os professores e funcionários da Escola Rui Barbosa – Ensino Médio resolveram aderir à greve da Rede Pública Estadual de Ensino, que começou em Belém no último dia 26 de setembro. O movimento foi deflagrado por que o governo do Estado não implantou o Plano de Cargos e Carreira (PCCR) dos servidores da educação e também se nega a pagar o piso nacional que é de 1.187,00. Segundo o Sintepp, a Seduc está devendo aos professores uma série de atrasados referentes à demora da implantação tanto do piso quanto do PCCR.

Outra escola que também decidiu aderir à greve foi o Ribeiro de Sousa. Amanhã será a vez da Escola Ana Pontes francez e semana que vem do Simão Jacinto. Tanto no Ribeiro quanto no Rui Barbosa a paralização começará na segunda (10/10).

Nenhum comentário: