quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Depois dos 5 milhões da Semed, novo escandalo de desvio em Tucuruí

Monges copistas da Idade Média copaiavam livros inteiros excluindo informações importantes que desagradavam a Igreja Católica
Incrível, Tucuruí está virando mesmo um antro de roubalheira. Aqueles 5 MILHÕES de Reais desviados da Secretaria de Educação é fichinha perto do desvio intelectual que estão cometendo na nossa blogosfera. Li agora há pouco a matéria do Diário do Pará que denuncia o suposto esquema da dupla Sancler/Marivani e para minha surpresa, dos sete parágrafos que compõem a matéria, quatro foram surrupiadas do meu blog e eu nem fui citado (Vejam abaixo o trecho extraído).
Não costumo me importar quando copiam minhas matérias, porém manda a ética do bom jornalismo que citem a fonte, né verdade? Estou nessa postagem “reclamando” aos meus amigos jornalistas por que pode parecer (e pareceu) que o copista sou eu. Ao público leitor quero dizer que sou inocente, acreditem! Estou também, desde já, esperando meus créditos e de preferência em dinheiro, ok?
Trecho surrupiado:
“Segundo o vereador Tom Bonfim, o esquema descoberto na SEMED é apenas um braço de uma organização criminosa que atua em 17 municípios de cinco estados brasileiros. Para desfraldar, o rombo os parlamentares seguiram a trilha deixada pelo bando que passava por Marabá, Goiânia, Anápolis e Brasília. Por esse caminho foram juntando farto material que, segundo dizem, comprovam todas as denúncias sem deixar nenhuma sombra de dúvidas.
O vereador Jones William chegou a exibir ao vivo uma gravação feita em seu celular onde conversava com um proprietário de uma empresa que teria, segundo documento assinado pelo prefeito Sancler, participado da uma suposta licitação, porém o empresário negou ter participado da concorrência.
Segundo os parlamentares, os equipamentos adquiridos são inferiores aos que constam nas notas fiscais, são superfaturados e boa parte não chegou às escolas. Se forem comprovadas, as denúncias são dignas de reportagem especial em rede nacional. É o maior esquema de desvios de recursos da educação já descoberto em Tucuruí e um dos maiores do Brasil.” Leia a matéria completa
Veja matéria do Diário, extraida do Blog do Parsifal Pontes:
A matéria acima é composta por duas imagens. Clique aqui para ver melhor.

2 comentários:

Anônimo disse...

ACADÊMICOS BANDIDOS

¨Mudança real - O verdadeiro problema somos nós, a sociedade civil. Para haver uma mudança real na formação de professores, é necessário que a sociedade respalde as lideranças políticas empenhadas na reforma, porque essa reforma significa que os governantes precisarão intervir forçosa e radicalmente nesses cursos nas universidades públicas, alterando-os de cima a baixo. É curioso: nossos governantes criaram coragem para invadir o Morro do Alemão, mas as universidades públicas continuam sendo consideradas território perigoso demais para a ação saneadora do estado. Esculachar bandido armado de metralhadora é mais fácil do que peitar os doutores da academia, que permanecem livres para perpetrar seus delitos intelectuais.¨

Como melhorar a Educação brasileira - Parte 2, Gustavo Ioschpe,
28/01/2011

http://educarparacrescer.abril.com.br/gestao-escolar/educaca-administracao-escolar-ensino-617161.shtml

Anônimo disse...

Só a santinha pode salvar

O prefeito de Tucuruí, Sancler Ferreira (PPS), vai passar este Círio de Nazaré em contrição. É que, na próxima terça-feira, será julgado pelo TRE-PA o Proc. nº 471/2008/40ª ZE, em que o Ministério Público pede a cassação de seu mandato por crime eleitoral. Ele é acusado de captação ilícita de votos, com oferta de casa e Bolsa Alimentação. O relator é o juiz federal Antonio Carlos Almeida Campelo e revisor o desembargador Leonardo de Noronha Tavares.
Postado por Franssinete Florenzano às 10:41