sábado, 10 de setembro de 2011

Quadrilha de piratas é presa em Tucuruí

Sete integrantes de uma das principais quadrilhas de crimes fluviais do Pará foram presos durante a operação “Carnapijó”, deflagrada por policiais civis da Delegacia de Crimes Fluviais (Deflu), ligada à Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).
Cinco “piratas” foram presos na noite da última quinta-feira, no município de Tucuruí, sudeste paraense, enquanto comemoravam o lucro de um assalto. Entre os presos, uma mulher apontada como a responsável pelo transporte das armas usadas nos crimes praticados nos rios das regiões de Belém e ilha do Marajó. Outras três pessoas foram encontradas na manhã de ontem, no bairro Pratinha, na capital paraense.
De acordo com o delegado Samuelson Igaki, titular da Delegacia de Crimes Fluviais, a quadrilha é conhecida como família “Caterpillar”.
DINHEIRO
Com o bando estava, aproximadamente, R$ 11 mil em dinheiro, oito telefones celulares provenientes de assaltos, dois HDs externos, dois motores de popa roubados e uma espingarda calibre 20.
“Eles estavam sendo monitorados há três meses por policiais civis da Deflu, com apoio da equipe do delegado Carlos Magalhães, da Seccional Urbana de Tucuruí. Conseguimos descobrir a rota de fuga do bando, que após os assaltos fugiam para residencias em Belém, no bairro da Pratinha, na Vila da Barca, no município de Barcarena e em Tucuruí”, explicou o delegado. Mais informações no Diário do Pará.

Nenhum comentário: