quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Dilma recebe apoio no combate à corrupção

Manifestantes toma Brasília em ato contra corrupção (Foto: Sérgio Lima/Folhapress)
A presidente Dilma Rousseff presidiu nesta quarta-feira, pela primeira vez, o desfile militar do Dia da Independência, ato em que recebeu demonstrações de apoio ao combate à corrupção, mas também pedidos de maior "firmeza".

No poder desde 1º de janeiro, a presidente, que na juventude esteve presa durante dois anos por seus vínculos com grupos armados que combatiam a ditadura entre 1964 e 1985, é ainda a primeira mulher que, como comandante das Forças Armadas, autorizou o início do desfile.

Como é tradição, a festa ocorreu na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, e atraiu cerca de 40 mil pessoas, muitas aproveitaram a ocasião para protestar contra a corrupção.

O protesto, embora não fosse partidário, serviu de apoio à luta que presidente defende contra a corrupção na esfera pública, que desde maio levou à renúncia do ministro-chefe da Casa Civil e os titulares das pastas de Transportes e Agricultura.

A manifestação, que se repetiu em outras cidades do país, foi convocada por organizações não governamentais (ONGs) pela internet e teve apoio da Ordem de Advogados do Brasil (OAB), da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e da Associação Brasileira de Imprensa (ABI).

Esses organismos reconheceram o empenho de Dilma no combate à corrupção, mas em carta pública divulgada nesta quarta-feira exigiram ações "mais concretas" aos responsáveis dos três poderes da Nação, principalmente o Executivo.

Alguns dos participantes se concentraram em frente do Congresso e da Esplanada dos Ministérios, cujo acesso foi lavado com água e sabão (...).

Leia matéria completa no Portal Terra.

Nenhum comentário: