quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Pará lidera devastação

Somente no último mês de julho, foi desmatada uma área de 224,94 km² na Amazônia Legal, o que corresponde a cerca de 30 mil campos de futebol ou ao território do Recife (217,5 km²). Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (17) pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), que opera o sistema Deter –satélite que capta o desmatamento em tempo real.
O Pará foi o campeão absoluto de desmatamento, com 93,74 km² devastados. Na sequência aparecem Mato Grosso (51,43 km²), Rondônia (51,42 km²) e Amazonas (16,12 km²). A quantidade de floresta desmatada foi menor no Acre (0,33 km²), Tocantins (2,07 km²), Maranhão (3,23 km²) e Roraima (5,54 km²). No Amapá não foi registrado desmatamento significativo. Só o município de Porto Velho teve 40,6 km² de florestas devastadas.
Veja matéria completa no Uol Notícias.

Um comentário:

Anônimo disse...

Não existe lógica em nenhuma das propostas de desenvolvimento sustentável colocadas em pauta até hoje, derrubar árvores milenares, e plantar outras no lugar não devolverão a natureza as suas perdas.