quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Hilário: Sancler vai a Marabá pedir asfalto a Jatene

Prefeito Sancler conversa com o governador Jatene
Seria engraçado se não fosse trágico. Depois de ter sido flagrado caminhão de empresa particular desviando asfalto da usina de Tucuruí para pavimentar a PA 150, Sancler vai pedir asfalto a Jatene. O trecho da matéria a seguir é do sítio do Governo do Estado. Clique aqui para ler a matéria completa.
"Ao longo da tarde, Jatene recebeu ainda os prefeitos de Tucuruí, Sancler Ferreira, e de Santana do Araguaia, Jeová de Aguiar, que também apresentaram projetos e solicitações para continuar o desenvolvimento da região (...)
O município de Tucuruí receberá diversos investimentos do Estado que, na opinião do prefeito Sancler, beneficiarão outros municípios da região, como a pavimentação de 20 quilômetros de vias, e as inaugurações da escola indígena, do Instituto Médico Legal, do abrigo da mulher e de uma unidade do Pró-Paz.
Em Tucuruí também será construído o novo hospital para atendimento de pacientes com câncer, que facilitará o acesso de doentes do sudeste paraense. 'O sudeste estava precisando desses investimentos e, com certeza, ajudarão a vida dos habitantes de muitos municípios da região', afirmou Sancler Ferreira."

Tem que pedir permissão ao Simon

Se quiser reunir tem que pedir pro general Simon
Sem pauta pra discutir, nada a propor e com as arapucas falhas, a oposição entra em parafuso. O meio governista Sen. Pedro Simon (PMDB-RS) foi à tribuna ontem para criticar o ex-ministro José Dirceu por ter reunido num hotel com o presidente da Petrobrás. “O que os dois estavam fazendo num quarto de hotel?”, indagou. O senador criticou ainda o ex-presidente Lula por fundar um instituto e fazer política através dele. “O que o Lula faz reunindo com o presidente da Bolívia?”.
Segundo o gaúcho Simon, sua preocupação se explica por que as movimentações de Lula enfraqueceriam a autoridade da presidente Dilma. Bem intencionado o senador, em? A verdade é que o Dirceu e o Lula são cidadãos brasileiros e podem conversar com quem e onde quiserem. Se um chefe de estado ou outra autoridade internacional recebe o ex-presidente é por que ele está podendo. Será inveja ou saudade da ditadura?

Justiça condena dois ex-prefeitos por improbidade no PA

Por Equipe AE
São Paulo - A Justiça Federal do Pará condenou os ex-prefeitos dos municípios de Moju, João Martins Cardoso Filho, e de Tailândia, Francisco Alves Vasconcelos, por improbidade administrativa. Ambos desviaram verbas públicas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Eles foram condenados ao ressarcimento integral dos danos causados aos cofres públicos, valor que ainda será levantado.
Os condenados também tiveram suspensos seus direitos políticos por seis anos, ou seja, eles não poderão se candidatar a cargos públicos e nem votar durante esse período. Cardoso Filho ainda deverá pagar multa equivalente a duas vezes o valor desviado, quantia que ainda será apurada. Já Francisco Alves terá que devolver aos cofres públicos o valor da verba repassada ao município de Tailândia. Os dois ex-prefeitos também estão proibidos de receber incentivos fiscais ou creditícios por cinco anos.
A decisão, do juiz Rafael Araújo Torres, da 5º Vara Federal em Belém, chegou ao conhecimento do procurador da República Felício Pontes Jr. na última sexta-feira, 26. No processo encaminhado à Justiça Federal em 2008, o MPF denunciou que João Martins Cardoso Filho utilizou irregularmente a verba repassada pelo FNDE, liberando verbas públicas em desacordo com o que determina a lei.
O relatório da CGU apontou ainda que em vários concursos a empresa Atacadão Ventura foi contemplada e beneficiada, vencendo a concorrência pelo quesito qualidade e não por menor preço, como é o recomendado. Uma das sócias do Atacadão Ventura é a esposa do prefeito, Elizabete Ventura de Souza Cardoso, que também fazia parte da comissão julgadora das licitações.
Já em Tailândia, o convênio entre o FNDE e o município tinha por objetivo a reforma de seis escolas, aquisição de equipamentos educativos para 21 escolas, ampliação de outras cinco escolas e a perfuração de 11 poços artesianos. Vencido o prazo para a prestação de contas, foi verificado que Francisco Alves Vasconcelos não apresentou nenhuma documentação, mesmo tendo sido intimado por duas vezes. Devido à falta de prestação de contas, o Tribunal de Contas da União (TCU) instaurou inquérito para apurar a questão no município e constatou que nenhum item previsto no convênio foi realizado.
Agência Estado - Uma empresa do Grupo Estado - Copyright © 2011 - Todos os direitos reservados.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Bla, bla, bla

Segundo o vereador Jones William, os documentos enviados à Câmara Municipal de Tucuruí até agora pelo prefeito não provam onde e como foram gastos os recursos do município nos anos de 2009 e 2010. “O Prefeito Sancler Ferreira não enviou se quer uma nota fiscal ou processo licitatório à CMT”, escreveu no seu blog.
Sancler recebeu ordens da justiça para que faça a prestação de contas em dez dias. O prazo já se encerrou. Segundo o vereador, ele tenta enganar a justiça. O blog do vereador Jones está na minha lista na coluna à esquerda deste blog.

PSC realiza encontro Regional em Tucuruí

Dep. Zequinha Marinho ao lado do ex-prefeito Cláudio Furmam
O partido Social Cristão (PSC) realisou no último Sábado (27) um encontro Regional que reuniu membros da agremiação dos municípios do Entorno do Lago de Tucuruí. O evento contou com a presença do presidente estadual da sigla e Dep. Federal, Zequinha Marinho. A surpresa ficou por conta da presença do ex-prefeito Cláudio Furmam que saudou a reunião e disse que estará presente na disputa de 2012 seja como candidato ou apoiador.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Rui Barbosa de verde e amarelo

Alunos esperam pra falar da gincana na Rádio Filadelfia FM
Na correria nem tive tempo de anunciar, mas na Escola Rui Barbosa (Ensino Médio), onde eu trabalho, rolou uma gincana que a dividiu em duas equipes, uma verde e outra amarela numa disputa saudável onde o talento e o conhecimento foram postos à prova. O resultado final foi anunciado no sábado passado (27). Vitória apertada da Equipe Amarela com 81 pontos. A equipe Verde ficou com 76.

Descoberto petróleo viável no Pará

Está confirmado: existe petróleo na costa paraense com viabilidade de exploração. Foi descoberto petróleo em Salinópolis e a Petrobrás já tem até um poço perfurado. É o Harpia, cuja escavação teve início em janeiro deste ano, em lâmina d’água de 2.060 metros. Localizado a 222 quilômetros de Viseu, em águas profundas, o poço Harpia teve sua profundidade final programada para 5.880 metros.
A descoberta deve fazer com que a economia do Estado tenha uma reviravolta. A Petrobrás e outras empresas devem se instalar por aqui em breve trazendo mais emprego. Quem sabe também não diminui o preço absurdo da gasolina aqui em Tucuruí já que o que se alega para a cobrança astronômica é o transporte? Bem, mas isso ainda vai demorar um pouquinho.
Outra consequência da descoberta deve ser refletida no debate sobre a divisão do Estado. Se o pretenso Carajás tem minério metálico, agora o Pará tem Ouro Negro.
Com informações do Diário do Pará

Obra de 1,99: lombada do mal será refeita

Mais uma vez a prefeitura refazendo a mesmo obra. Haja dinheiro do contribuinte
Quem nunca bateu o chassi do carro na lombada que ficava Av. Tancredo Neves ao lado da Igreja Assembléia de Deus? Ainda semana passada eu tive essa infelicidade. Mas parece que tosdos os nossos problemas “se acabaram-se”. A lombada do mal (mal feita) foi retirada pela Secretaria de Obras de 1,99 da prefeitura de Tucuruí. Fazer a mesma obra duas, três ou várias vezes se tornou rotina na atual administração. Advinha quem vai pagar mais essa conta? Assim fica fácil fazer “obra pra toda cidade”.

Garçom tucuruiense faz sucesso em Rio Preto-SP

Diferente da maioria das pessoas que usam a internet para divulgar suas composições,  bandas ou duplas, o garçom Carlos Alberto da Silva, mais conhecido como Beto, de 30 anos, fez o caminho inverso.
Inspirou-se em um vídeo encontrado em redes sociais, onde pai e filha cantavam, para ganhar seus minutos de fama no bar onde trabalha, a cachaçaria Água Doce. Deu certo. A música, com letra simples e pegajosa, caiu no gosto dos clientes e Beto se tornou atração no bar.
“Era música de criança. Conhecida por “Quati”. Achei interessante a interação de pai e filha e resolvi imitar”, diz.
Em uma noite no final de semana, há dois anos, aproveitou o descanso de uma banda que se apresentava no estabelecimento, arrumou  o microfone e começou a cantar. Os fregueses acharam graça, aplaudiram, filmaram e fotografaram. “Com ajuda de um amigo, que não está mais em Rio Preto, fizemos também um show 'especial' no final do ano”, afirma.
“Quando dá tempo de cantar aqui [no bar], faço para alegrar os clientes. Eu gosto de ver o pessoal alegre. Pode ser que com essa brincadeira eu consigo deixar alguém, que está com problemas, feliz. Isso já vale.”  
Paraense de Tucuruí, Beto queria ser cantor, profissão que admira desde pequeno. Porém, começou a trabalhar cedo, aos 15 anos, para ajudar em casa e acabou deixando  o sonho de lado. “Sempre gostei de música, minha preferência é pagode, mas canto de tudo. Não fui atrás de realizar o sonho, deixei para lá. Sou feliz assim”, diz.
Repertório tem músicas internacionais
O garçom cantor solta a voz também em inglês. Músicas como “I want break free” (eu quero me libertar), do inglês Queen, faz parte do repertório de Beto. “Gosto de pagode, mas sei cantar outras coisas, por exemplo, a música do Queen, que admiro.
Para os que conhecem ou já ouviram falar de Beto, ele diz que, em breve, terá nova parceria. “Vou formar parceria com um amigo que trabalha comigo.  Ele no violão e eu como vocalista. Vamos escolher novas músicas para cantar”, diz.

Fonte: Agência Bom Dia

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Presos em operação são transferidos para casas penais

Serão transferidas nesta sexta-feira (26), para casas penais na Grande Belém, as 17 pessoas presas durante a operação “Lago sob névoa”, coordenada pela Polícia Civil e Ministério Público do Estado, em Tucuruí e Breu Branco, sudeste paraense. A ação policial começou ainda durante a madrugada de quinta-feira, simultaneamente nas duas cidades. Participaram policiais civis de divisões especializadas da capital e interior do Estado, bem como de promotores de Justiça do Grupo Especial de Prevenção e Repressão às Organizações Criminosas (Geproc), vinculado ao Ministério Público, e Grupamento Aéreo do Sistema de Segurança Pública (Graer).
Na ocasião, 25 mandados de busca e apreensão e 13 de prisão preventiva foram cumpridos. Entre os presos, quatro são policiais civis (investigadores), detidos em Tucuruí e Breu Branco. Eles serão levados de imediato para o Presídio Coronel Anastácio das Neves, em Americano, Santa Izabel do Pará. Os demais serão levados a outras casas penais.
Com os presos, diversos objetos foram apreendidos, como seis veículos automotores, um deles blindado; 20 Certificados de Registro de Licenciamento de Veículos, que serviam como garantia de pagamento de entorpecentes; três armas de fogo e várias munições de diversos calibres; jóias, entre cordões, brincos e pulseiras; e 14 aparelhos celulares.
Também foram aprendidas 600 petecas de pasta base de cocaína prontas para serem comercializadas e também meio quilo de pedra de óxi, principal matéria-prima da pasta base de cocaína. Foram ainda encontrados R$ 30 mil em espécie, montante resultante da venda de drogas nos dois municípios do sudeste paraense. Além disso, cerca de R$ 2 milhões em cheques foram recolhidos. A quantia estava em poder de João Cícero de Alencar, 54 anos, conhecido por “João Banana”, considerado o líder da organização criminosa.
As investigações foram presididas pelo delegado Carlos André Viana da Costa, da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), em parceria com o promotor de Justiça José Augusto Nogueira Sarmento e o juiz de Direito Cláudio Hernandes Silva Lima, de Tucuruí. A operação teve ainda a presença do delegado-geral adjunto, Rilmar Firmino de Sousa, e do diretor de Polícia do Interior, delegado Sílvio Batista.
Walrimar Santos – Polícia Civil

Fonte: Agencia Pará

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

“Eu tenho saudades do Cláudio Furmam”

Parece incrível, mas tenho ouvido essa frase de forma constante entre professores há algum tempo. Acredito que a expressão verbal não reflita exatamente o que diz, ou seja, o desejo da volta do ex-prefeito, mas sim a vontade de que passe logo a atual gestão da Secretaria de Educação (SEMED). Tem muita gente reclamando de perseguição.
Nos últimos anos parece ter aumentado também o número de professores que tomam antidepressivo ou fazem algum tipo de tratamento em razão de sua atuação nas escolas do município. Como se já não bastassem os problemas inerentes à educação, comuns a todo o Brasil, em Tucuruí educação também é caso de saúde pública.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Para presidente do PCdoB faltou “largueza de visão política” à Ana Júlia

Nem o próprio PT fez uma análise profunda sobre sua derrota nas últimas eleições estaduais. O fiasco Ana Júlia parece ter causado um profundo trauma na companheirada a ponto dessa discussão não ter fluido como seria necessário dentro do próprio partido. Pelo menos foi o que disse (em outras palavras, é claro), há algum tempo, a petista de carteirinha, blogueira e minha ex-professora na UFPA, Edilza fontes.
Agora, no blog da Leila Márcia, mais uma análise não muito diferente do que tenho “históricamente” ouvido sobre derrotas eleitorais petistas. O recém eleito presidente do PCdoB, Jorge Panzera, que foi sub-chefe da Casa Civil e Secretário de Esporte no Governo Ana Júlia, diz que faltou dentre outras coisas “largueza política” ao partido irmão. Veja a parte da entrevista que trata do assunto:

"Porque Ana Júlia não conseguiu se reeleger governadora?

A derrota eleitoral de 2010 foi fruto de um conjunto de fatores, mas penso que duas questões pesaram sobremaneira. Em primeiro lugar o governo não conseguiu fincar uma marca de transformação profunda da sociedade paraense, com identidade ligada à maioria da população paraense. É verdade que buscou implementar importantes mudanças, como a siderúrgica em Marabá, o Pólo do Biodiesel e importantes programas de combate às desigualdades (Bolsa Trabalho e Navega Pará), porém sem conseguir ser identificado como um projeto integrado. Por outro lado faltou largueza de visão política, entender que transformações assim não pode ser desenvolvida por um partido só, um grupo político só. Neste sentido faltou compreender que deveríamos governar com uma ampla frente política e social, nucleada pela esquerda. Não se conseguiu manter a amplitude da frente e nem se fortaleceu as forças e partidos de esquerda, houve uma política exclusivista e concentradora, o que foi decisivo para a derrota.
Agora é necessário compreender a magnitude da derrota sofrida, os erros que nos levaram a ela e preparar novo ciclo de acumulação de forças, recompondo um campo político, para enfrentar os novos desafios do momento. Se no governo era necessário esta visão política ampla, para o combate na oposição mais amplitude de visão é preciso."
Outros assuntos, como divisão do Pará e governo Jatene também fazem parte da entrevista. Clique aqui para ler na íntegra ou digite leilamarciapa.blogspot.com.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Sr. prefeito nos ajude. Não aguentamos mais poeira

Moradores da Rua Paraná, no Getat, radicalizaram contra a falta de atenção da prefeitura. Incomodados com a poeira que levanta com o passar dos carros, resolveram fechar a rua, que parece já ter tido asfalto um dia. Como se sabe, as obras de 1,99 não são exclusividade da atual administração. Nas placas se lê: "Sr. prefeito nos ajude. Não aguentamos mais poeira. Por favor."

Chapa 2 na eleição da APM/VP

Hoje (22/08) acontece a eleição da Associação de pais e Mestres da Vila Permanente (APM/VP) e a CHAPA 2 enviou ao blog o material de divulgação pedindo votos aos, alunos, pais e educadores de todas as escolas da Vila Permanente. O pleito acontece entre 08 e 17 horas. Cada escola da vila terá uma urna exclusiva.
Além dos pais, a entidade conta com apoio representativo dos professores que ainda estão na ativa e aposentado, alunos e ex-alunos que ainda mantenham vínculo com a instituição, moradores e empresários da comunidade da Vila Permanente. A seguir o material enviado (sem edição):

VOTE CHAPA 2

Por uma APM/VP atuante e participativa
“Educação e cidadania se faz com democracia”

PRESIDENTE: ADALBERTO de Souza Paz (Pai de aluno - IFPa);
VICE-PRESIDENTA: HELENA Maria Costa Pereira (Prof.ª – Ursinhos);
PRIMEIRA SECRETÁRIA: Maria de FÁTIMA Veiga (Prof.ª Grão Pará);
SEGUNDA SECRETÁRIA: IZABEL da S. Almeida (Profª. Monteiro Lobato);
PRIMEIRA TESOUREIRA: ElizaBETH G. de A. (Mãe - Sophos/Rui Barbosa);
SEGUNDA TESOUREIRA: LEILA Suely Veloso Peres (Mãe  – Pinguinho);
DIRETOR DE PATRIMÔNIO: José ELIAS F. Machado (Téc. Rui Barbosa);
DIRETORA DE ARTE E CULTURA: SOCORRO de Souza (Téc. Rui Barbosa);
DIRETOR DE ESPORTE E LAZER: GOET T. Galvão (Profº. Sophos/Rui Barbosa)

PROPOSTA DE TRABALHO

  • Apoio total a Fanfarra e suas atividades;
  • Palestras de cunho social para a comunidade;
  • Semana do Bem Estar (Corpo e Mente);
  • Criação do Festival de Música e Dança;
  • Cursos de Orientação Vocacional;
  • Implantação do festival de Poesia, contos e fotografia;
  • Realização de Amostra Folclórica;
  • Mais empenho junto a SEMED, SEDUC e ELN;
  • Cursos de formação para Conselho Escolar;
  • Estimular a formação e integração dos Grêmios.

sábado, 20 de agosto de 2011

Chamem a Dilma

CPI da saúde e agora o escândalo do lixo superfaturado. Parece que a Prefeitura de Tucuruí está precisando de uma faxina. Conheço uma diarista que é ótima. Se o mutirão que conta com os “braços fortes” da Câmara, Ministério Público e Poder Judiciário não der conta de tanta sujeira, sugiro que liguem pra Dilma.

ANA concede outorga para eclusa de Tucuruí

É a primeira vez que a ANA  outorga uso de recursos hídricos para uma eclusa
O Diário Oficial da União trouxe ontem a Resolução nº 558, de 15 de agosto de 2011, da Agência Nacional de Águas (ANA), que trata da outorga pelo direito de uso da água, emitida para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), para a operação das eclusas Tucuruí, situadas no rio Tocantins na divisa dos municípios de Tucuruí e Breu Branco e a 250 quilômetros de Belém, no Pará. É a primeira vez que a ANA emite outorga de uso de recursos hídricos para uma eclusa.
Com a construção da barragem de Tucuruí, criou-se um desnível de 72 metros na hidrovia do Tocantins. Para não interromper a passagem das embarcações, foram construídas as duas eclusas que são interligadas por um canal intermediário com 5,5 quilômetros de extensão e 140 metros de largura.
As eclusas são as maiores do País. Cada câmara de transposição de desnível, uma no Reservatório de Tucuruí e a outra no rio Tocantins, possui 33 metros de largura e 210 metros de comprimento. As eclusas têm capacidade para realizar até 32 eclusagens por dia, 16 em cada sentido, na sua capacidade máxima de operação.
A obra permite a navegação entre o Centro-Oeste e o Norte do País, rota com potencial para o escoamento da produção, principalmente, de grãos e minérios. A Resolução nº 558 estabelece as características e condições de operação das eclusas.

Fonte: Mídia News

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Copiando o que não deu certo

Pra resolver a prova unificada o aluno tem que driblar os erros cometidos pela SEMED
Está nos planos da 16ª URE - SEDUC reproduzir nas escolas estaduais uma experiência que não deu certo no município de Tucuruí. Trata-se da famosa “prova unificada”, que tem apresentado erros grosseiros que vão desde redação e gramática até casos de gabaritos errados e questões que não estavam no programa. Já teve até caso de questões com a resposta impressa na própria prova. E olha que a SEMED tem toda uma estrutura, o que não se vê na 16ª URE.
A prova unificada da SEMED tem se mostrado uma experiência falida, um verdadeiro desastre pedagógico e tem contemplado apenas uma minoria de professores que não gostam de elaborar sua própria prova. Quem está na escola sabe que aquele monte de papel com capas verde e amarela não são levados a sério pelos professores.

Pará lidera devastação

Somente no último mês de julho, foi desmatada uma área de 224,94 km² na Amazônia Legal, o que corresponde a cerca de 30 mil campos de futebol ou ao território do Recife (217,5 km²). Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (17) pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), que opera o sistema Deter –satélite que capta o desmatamento em tempo real.
O Pará foi o campeão absoluto de desmatamento, com 93,74 km² devastados. Na sequência aparecem Mato Grosso (51,43 km²), Rondônia (51,42 km²) e Amazonas (16,12 km²). A quantidade de floresta desmatada foi menor no Acre (0,33 km²), Tocantins (2,07 km²), Maranhão (3,23 km²) e Roraima (5,54 km²). No Amapá não foi registrado desmatamento significativo. Só o município de Porto Velho teve 40,6 km² de florestas devastadas.
Veja matéria completa no Uol Notícias.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Sessão relâmpago na Câmara

Zé Gomes - presidente da Câmara Municipal.
A sessão de ontem na Câmara Municipal de Tucuruí durou um pouco mais de 40 minutos, pois não havia pauta a ser discutida, segundo informou o presidente da Casa, Ver. Zé Gomes (PPS). Ele esclareceu o fato dizendo que a reunião de definição dos trabalhos, que acontece sempre na segunda-feira, ficou prejudicada uma vez que nesse dia tivemos o feriado de Adesão do Pará.
Apenas dois vereadores se inscreveram para falar. O primeiro foi o vereador Tom Bonfim (PT), que lembrou que o prazo dado pela justiça para que o prefeito preste contas à Câmara está se esgotando. O vereador também apresentou um novo pedido de CPI da Saúde. O segundo a se pronunciar foi o vereador Tabaco (PRP), que defendeu o prefeito dizendo que este já havia prestado contas, no prazo legal, ao Tribunal de Contas dos Municípios, e que também iria faze-lo à câmara. Tabaco disse ainda que não iria assinar a nova CPI.

Movimentos sociais aprovam manifesto pró-Banda Larga

O ato da Coordenação dos Movimentos Sociais (CMS) e da campanha Banda Larga é um direito seu reuniu mais de uma centena de lideranças sindicais, estudantis, femininas e comunitárias, parlamentares e blogueiros, segunda-feira (15) à noite, em São Paulo, em repúdio ao “termo de compromisso” assinado pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, com as empresas de telecomunicações.
Reconhecer a internet como serviço público, incorporar o tema da banda larga ao debate sobre o marco regulatório para o setor de telecomunicações, reabrir o diálogo com as organizações da sociedade civil, fortalecer o papel do Estado e retomar o investimento na Telebrás. Essas são algumas das principais reivindicações dos movimentos presentes no ato.
Leia mais no Portal Vermelho.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Pós-faxina: PR deixa base do governo

Sen. Alfredo Nascimento (PR/AM) anunciou a decisão na tribuna
O líder do PR na Câmara, Lincoln Portela (MG), anunciou nesta terça-feira (16) que a sigla deixa de integrar a base aliada da presidente Dilma Rousseff no Congresso. A decisão se dá depois de uma devassa no Ministério dos Transportes --pasta comandada pela sigla desde o governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Um membro do partido, Paulo Sérgio Passos, continua no comando do ministério, mas sem apoio expressivo dos correligionários.
As denúncias na pasta ligada ao PR causaram a demissão de quase 30 funcionários, incluindo quase toda a direção do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).
“Estamos saindo sem nenhum rancor. O partido é maior do que cargos”, afirmou Portela. Segundo ele, a legenda dará “apoio crítico” à presidente e a entrega de cargos no governo é uma posição individual das bancadas dos Estados, ou seja, não há uma norma nacional.
Com a saída do PR da base, o governo federal deixa de contar com o voto certo de 42 deputados e seis senadores. No Senado, PR é a quarta maior bancada, empatado com o PTB: os dois têm seis senadores. A maior bancada é a do PMDB, com 20 parlamentares. Saindo de um bloco de partidos governistas na Câmara dos Deputados, o PR terá a sexta maior bancada da Casa, com 42 parlamentares. À frente estão PT (86), PMDB (80), o bloco PSB, PTB e PC do B (68) e os oposicionistas PSDB (53) e DEM (43).
O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), admitiu que o Palácio do Planalto negociará o apoio do PR caso a caso.
O partido também tem cargos de segundo escalão e o comando dos Transportes, com Paulo Sérgio Passos --apesar de o mesmo ser considerado escolha pessoal de Dilma e não cota da legenda.
O ex-ministro dos Transportes e presidente do PR, Alfredo Nascimento (AM), já se manifestou e disse que, apesar da saída, a legenda não vai apoiar nenhuma CPI. “Não vamos apoiar CPI contra um governo que ajudamos a construir.”
Nascimento reforçou o discurso de Portela e disse que cabe a cada setor do partido dialogar sobre os cargos. “Ela [Dilma] pode governar com quem quiser”, afirmou.

Fonte: UOL Notícias

Somente comentários originais

Ao comentar as postagens aqui no blog, por favor, faça de forma original. Recortes de artigos de terceiros serão rejeitados, como já venho fazendo. Agradeço a compreensão.

Sem comando

Enquanto em todo o Brasil a educação paralisa no dia de hoje para cobrar a implementação do Piso nos estados, o Sintepp estadual resolveu fazer diferente. Paralisará amanhã, quebrando a unidade do movimento. Fazendo como ninguém a politica da picuinha, acusa a CNTE de ser governista de ter uma “relação de comadres com o MEC”. Taí a resposta para mais essa atitude desastrada da entidade: em muitas escolas a paralização acontece hoje e não amanhã.

Paralisação na educação: passamos batidos

Hoje é dia de paralisação na educação. As escolas estaduais aderiram, porém nas municipais as aulas acontecem normalmente. No Brasil todo teremos passeatas e manifestações, porém aqui em Tucuruí nada foi organizado e a paralização serviu apenas para prolongar um pouco mais o feriadão.
Ao contrário do que se pode pensar, a data não foi escolhida propositalmente para esse fim, uma vez que a paralização é nacional e o feriado de ontem foi estadual. De qualquer forma é um prejuízo imenso paralisar as aulas e não fazermos nenhum tipo de protesto que mostre nossa indignação diante da situação em que se encontra a educação em nosso município. Veja abaixo matéria do sítio da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) que convoca a categoria à paralisação. 

Vem aí paralisação nacional pelo piso, carreira e PNE 

A CNTE convoca todas as entidades filiadas a participarem da paralisação nacional que vai acontecer no dia 16 de agosto. O principal objetivo da mobilização será cobrar a implementação do Piso nos estados. Mesmo com a aprovação da Lei do Piso e com o reconhecimento da sua legalidade por parte dos ministros do STF, professores de alguns municípios e estados ainda não recebem o valor estipulado em lei. Assim,  a Confederação orienta a todos os sindicatos que participem dessa luta pela implantação do Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN). É preciso que o processo de negociação com os governos inicie com o valor de R$ 1.597,87, defendido pela entidade como vencimento inicial na carreira.

A CNTE também reivindicará o cumprimento integral da lei com 1/3 da jornada destinada para a hora atividade. O valor do Piso deve ser aplicado para as jornadas de trabalho que estão instituídas nos planos de carreira de estados e municípios. "A paralisação vai acentuar a luta pelo Piso. É dessa maneira que nós vamos conseguir fazer valer a Lei e os interesses de uma educação de qualidade no Plano Nacional de Educação (PNE). Isso porque, tudo que é possível para fazer postergar essa vitória, que não é só dos trabalhadores, mas da educação pública brasileira, vem sendo feito pelos gestores. Então isso causa um problema, um tensionamento desnecessário e só atrasa os passos iniciais para que a gente possa entrar no rumo de um país com educação pública de qualidade. Aliás, é deseducador do ponto de vista da cidadania, que os governos estejam promovendo e encontrando subterfúgios para descumprir a Lei que foi aprovada duas vezes", ressaltou o presidente da CNTE, Roberto Leão. 

Leão também destacou o desrespeito à carreira dos professores em todo o país. "No que diz respeito à carreira podemos observar que se eles pagam o Piso para o professor de nível médio, eles dão uma diferença de 10, 20, 30 reais para o professor com formação de nível superior e isso descaracteriza a carreira. São artifícios para fazer economia às custas da educação. Então nós temos muito dinheiro da educação que vai para o lixo com desvio na merenda escolar, no transporte escolar e na construção. Todas as mazelas existem com o dinheiro da educação e isso precisa acabar para melhorar a gestão", finalizou. (CNTE, 14/07/2011)

sábado, 13 de agosto de 2011

Comissão rejeita área de livre comércio em Tucuruí

Centro de Tucuruí
A Comissão de Finanças e Tributação rejeitou, na quarta-feira (10), o Projeto de Lei 6284/09, do deputado Wandenkolk Gonçalves (PSDB-PA), que cria Área de Livre Comércio em Tucuruí, no Pará. Como o parecer da comissão foi terminativo, o projeto será arquivado, a não ser que haja recurso para análise do Plenário.
A área proposta seria instalada na superfície territorial do município e todas as mercadorias enviadas para lá deveriam ser destinadas às empresas que operam no local.
O relator na comissão, deputado Pepe Vargas (PT-RS), defendeu a rejeição do projeto por conta de sua incompatibilidade e inadequação orçamentária e financeira. O relator rejeitou o substitutivo aprovado pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio pelo mesmo motivo.
A comissão, no entanto, decidiu enviar sugestão ao Executivo para que a área de livre comércio seja implementada.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Isolada, candidatura petista tende a ser pouco competitiva

Aliança é o caminho
Não se pode deixar de considerar o potencial de uma candidatura petista em qualquer nível de disputa institucional hoje no Brasil, assim como também não podemos negar a importância das alianças partidárias. Embora o partido, por si só, seja proprietário de um grande capital eleitoral, a candidatura que se configura para a disputa da prefeitura de Tucuruí em 2012 não se apresenta competitiva e não tem empolgado nem os próprios companheiros.
Ao que tudo indica, para a eleição que se avizinha o PT não contará com a adesão automática do PCdoB como era de praxe, uma vez que, em nível nacional, este vem reformulando sua estratégia eleitoral e tende a lançar candidatura própria por aqui também. É hora de pensar mais estrategicamente e construir essa candidatura o mais rápido possível ou então amargar a triste realidade de, isolado, ter apenas que marcar posição no próximo pleito.
O ideal seria o entendimento com o PMDB onde os dois liderassem um grande arco de aliança oposicionista. Tarefa difícil, é certo, ante os virtuosismos individuais e coletivos existentes nos dois lados, porém é o caminho mais coerente e, acima de tudo, viável contra a máquina eleitoral que está sendo preparada por Sancler e que já começa a entrar em funcionamento.

Conquista exposta

Na Pça. de Alimentação do Tucuruí Shopping encontra-se em exposição a taça conquistada pelo Independente Tucuruí no último campeonato paraense de futebol. A conquista representa um feito inédito, já que pela primeira vez um clube do interior vence o campeonato.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

TSE define ordem para perguntas do plebiscito

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definiu nesta terça-feira (9) a ordem das perguntas que aparecerão na urna eletrônica na votação do plebiscito que vai decidir sobre a divisão do estado do Pará com a criação de dois novos estados, Carajás e Tapajós. A consulta será feita à população paraense no próximo dia 11 de dezembro.
Na hora de votar, a primeira pergunta que aparecerá para o eleitor na urna eletrônica se refere à criação do estado de Tapajós: “Você é a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado do Tapajós?”. A segunda pergunta será sobre Carajás: “Você é a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado do Carajás?”
A escolha da ordem foi feita por sorteio no plenário da Corte. Ficaram definidos ainda os números que corresponderão às alternativas “sim” ou “não” para a divisão do estado. Quem for a favor do desmembramento do Pará deverá escolher o número 77. Já o eleitor que for contra a divisão do estado deverá optar pelo número 55.
Considerado a possibilidade de não funcionamento de algumas urnas eletrônicas, o plenário do TSE definiu ainda cores diferentes para cédulas eleitorais que poderão ser usadas em casos de emergência. De acordo com o sorteio, se for necessário, cédulas de cor branca trarão a pergunta “você é a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado do Carajás?”; e cédulas de cor amarela a questão “você é a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado do Tapajós?”
Reforço
Os ministros do TSE aprovaram ainda o envio de tropas federais para reforçar a segurança e dar apoio logístico a 14 municípios do Pará, durante o plebiscito, em dezembro. O pedido foi feito pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará.
Os municípios de Altamira, Brasil Novo, Monte Alegre, Santarém, Alenquer, Óbidos de Juriti, Marabá, Oriximiná, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu, Tucumã, Orilândia do Norte, Pacajá e Anapu vão receber ajuda para reforçar a segurança e transportar urnas por meio de barcos e helicópteros.
A relatora do pedido no TSE, ministra Cármem Lúcia, afirmou que o pedido foi feito com base no relato do secretário de Segurança Pública do Estado, Luiz Fernandes Rocha, ressaltando que a área é “historicamente conflitante pelo intenso fluxo migratório, inclusive com atritos de natureza fundiária”.
Fonte: G1

Comissão aprova área de livre comércio em Marabá

Orla de Marabá. Seu mais conhecido cartão postal
A Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional aprovou, no último dia 3, o Projeto de Lei 1119/11, do deputado Lira Maia (DEM-PA), que cria uma área de livre comércio de importação e exportação no município de Marabá, no Pará. As áreas de livre comércio contam com regime fiscal especial, com a finalidade de promover o desenvolvimento local.
O argumento de Lira Maia é que todos os estados amazônicos têm no mínimo um município reconhecido como área de livre comércio, exceto o Pará. Marabá, segundo ele, preenche os requisitos para ser contemplada, por ser um centro do desenvolvimento regional, tendo como principais atividades econômicas a mineração e a agropecuária.
O relator, deputado Laurez Moreira (PSB-TO), recomendou a aprovação da proposta. “A área de livre comércio poderá otimizar o aproveitamento da exploração dos recursos minerais, que, embora atraia grandes investimentos, não provoca o efeito dinamizador esperado para a economia local”, afirmou.
Ainda segundo o relator, a concessão de benefícios tributários ao comércio de Marabá estimulará a atividade econômica, melhorando a renda do sul e do sudeste do Pará. “A medida compensará a região do seu atual isolamento geográfico e econômico e aliviará a pressão sofrida por seus recursos naturais.”
Fonte:DCI

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Encontro mundial de blogueiros

Uma das maiores conquistas do avanço tecnológico que a humanidade vivencia, sem dúvida nenhuma é a comunicação de milhões de pessoas através da internet. Informações, emoções, imagens, tudo isso pode ser trocado em segundos, compartilhado. Já não é mais possível viver bem sem utilizar esta maravilha que se chama computador.
Neste contexto, o movimento crescente pela democratização da comunicação é muito bem vindo para assegurar que a população toda tenha acesso fácil, rápido e barato a esta maravilha. Por isso a importância da realização do Encontro Mundial do 1º Encontro Mundial de Blogueiros que acontece nos dias 28, 29 e 30 de Outubro de 2011 em Foz do Iguaçu.
Entre os convidados internacionais estão o francês Ignácio Ramonet, o espanhol Manuel Castells, a norte-americana Amy Gooldmann, o cubano Iroel Sanches, o peruano Elvis Moris, o argentino Pedro Bringler, o espanhol Pascual Serrano, entre outros.
Alguns, dos brasileiros convidados são Paulo Henrique Amorim, Luis Nassif, Hidegard Angel, etc. As inscrições custam R$ 100,00. Acompanhe outras informações pela página na internet: www.baraodeitarare.com.br ou pela página do encontro: www.blogueirosdomundo.com.br. Os blogueiros da Amazônia não podem ficar de fora desta.

Fonte: Blog da Leila Marcia

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

2012: muita coisa ainda pode mudar

Como um corpo que invade a atmosfera terrestre e vai esquentando à medida que atrita, aproxima-se a cada dia a disputa sucessória de 2012. Ainda no primeiro semestre deste ano presenciamos lançamentos de algumas candidaturas à prefeitura de Tucuruí, mas, como disse anteriormente, algumas talvez não passem de balões de ensaio.
Tudo ainda está muito obscuro a ponto de não conseguirmos enxergar o cenário da disputa que certamente se configurará até junho do ano que vem, porém até o final de setembro, quando termina o prazo para filiação de quem pretende se candidatar, teremos uma visão um pouco mais límpida.
Muitas surpresas podem acontecer até lá, afinal o Joilson parece não ter encontrado boa acolhida no PTB e o Gualberto, que parece um nome a ser considerado, tem que vencer a resistência à candidatura própria do PMDB. O partido ainda não se decidiu e uma aliança com o atual prefeito Sancler Ferreira (PPS) não está descartada, segundo murmurinhos que aqui e acolá se ouve.

Paraenses em mais uma missão no Haiti

Soldados brasileiros atuando no Haiti
“Acho que dá para perceber como nossos problemas são pequenos perto dos outros. Eu espero colocar um ‘tijolinho’ na recuperação do país”. É com esse intuito que a sargento Joice Marques vai embarcar para o Haiti, onde integrará a missão da Organização das Nações Unidas (ONU). Com ela, uma equipe de mais 149 soldados paraenses embarcam no próximo dia 17.
Os militares do Exército – 93 de Belém e 57 de Tucuruí – irão passar seis meses no Haiti. “O Comando Militar da Amazônia vai substituir a tropa do Nordeste. É a segunda vez que vamos participar da missão”, afirma o major André Luiz Rodrigues. A missão dos soldados é a manutenção da paz e ajuda humanitária. “Vamos manter a segurança para que a ONU possa executar suas ações no país”, diz o major.
Antes de embarcar, os militares passaram seis meses em um treinamento especial, voltado para as ações que serão realizadas no Haiti. “Aprendemos o idioma da região (Creol), escolta de comboio e tudo que viveremos na prática”, conta o tenente Washington Amador. Ele fez parte do grupo que embarcou em 2008 e agora vive a expectativa de viver novamente a experiência. “É um aprendizado pessoal e profissional. O Haiti é o país mais pobre das Américas, carente de ajuda. Poder ajudar é muito gratificante, é um esforço válido por um bem maior”.
Expectativa
Já a sargento Joice vai participar da missão pela primeira vez, atuando como auxiliar de enfermagem. Somente duas mulheres integram a tropa dos militares paraenses que irão para o Haiti. “Sei que não é uma missão fácil, mas sei que será importante para minha formação e educação moral”.
Durante o dia, os militares realizam ações de patrulhamento a pé e motorizado e a escolta na distribuição de alimentos da ONU. O capitão Vladson Bancke destaca a relação com a população como um dos pontos positivos da missão. “Temos um contato direto com as pessoas, é um povo muito sofrido, tem muita pobreza. É uma lição de vida porque mesmo com o estado de pobreza em que vivem é um povo feliz, apreciam muito o Brasil, principalmente por causa do futebol”.
Arrasado por um terremoto em 2010, o Haiti ainda vive um processo de reconstrução. Cerca de 200 mil pessoas morreram por conta da catástrofe. Os militares devem encontrar um cenário bem diferente do visto em 2008, quando foram pela primeira vez em missão. “Existem agora campos de desabrigados em Porto Príncipe por conta do terremoto, é onde acontecem os maiores problemas”, afirma o capitão.
Fonte: Diário do Pará

Independente 0 X 0 São Raimundo. Complicou pro Galo

"O resultado deixou os dois times em uma situação desconfortável no grupo, pois com o empate, o Comercial (que derrotou o Trem-AP por 1 a 0) se aproximou do líder Sampaio Corrêa, que tem 6 pontos ganhos e leva a vantagem sobre os piauienses somente no saldo de gols. Independente e São Raimundo terminam a quarta rodada sendo os times com as piores campanhas. O Independente ficou em quarto lugar com quatro pontos em três jogos, enquanto que o São Raimundo continua com a lanterna e seu primeiro ponto marcado, após o terceiro jogo disputado." (Do Diário do Pará). Leia a matéria na íntegra.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Prefeitura de Tucuruí continua de férias

A sede administrativa da Prefeitura Municipal de Tucuruí ainda está portas fechadas desde que o prefeito Sancler Ferreira decretou recesso administrativo no âmbito municipal no fim do mês de junho. Boa parte da população esperava que o recesso terminasse após o fim de julho, mas a prefeitura continua sem a prestação dos serviços à população. De acordo com a assessoria da Prefeitura, o longo recesso se deve a obras internas, que impedem o trabalho no prédio. A previsão de retorno das atividades é 16 de agosto.
Em audiência pública no município para discutir o Plano Plurianual do Estado, no último dia 20 de julho, o secretário estadual de Planejamento, Orçamento e Finanças, Sérgio Bacury, criticou o recesso administrativo de julho pelas prefeituras da região e lamentou a falta de participação das prefeituras na discussão.
“Ao longo dos meus quase 30 anos de serviço público, eu nunca tinha visto ou ouvido falar em recesso administrativo de administrações executivas municipais. Isso inviabiliza o desenvolvimento do município e da região”, afirmou Bacury, na ocasião.
“Esperamos que no menor tempo possível a administração municipal volte a funcionar pelo bem da população e pelo desenvolvimento do município, pois muitas obras foram anunciadas pelo prefeito para ter início no período de verão de nossa região e com a prefeitura ainda em recesso é provável que as obras não aconteçam”, disse um morador, que pediu para não ser identificado.
Apenas as secretarias de educação, saúde e segurança estão funcionando normalmente.

Fonte: Díário do Pará

Prestação de contas do prefeito pode retardar volta aos trabalhos na Câmara


O mês de julho já se foi e Câmara de Vereadores continua seu recesso. A situação pode muito bem ser justificada pela pequena reforma que está acontecendo no Palácio Raimundo Ribeiro, porém um fato novo pode retardar ainda mais a volta aos trabalhos. É que a justiça determinou que o prefeito Sancler Ferreira apresente, num prazo de dez, dias as contas que está devendo àquela Casa Legislativa desde 2009. Sendo assim, não se espante se essa obra se arrastar a tempo perdido, pois o prefeito precisa segurar o relógio pra fazer em alguns dias o que não fez em dois anos. É claro que, se solicitada, a base governista, que controla a mesa diretora, não se negará a dar essa mãozinha.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Em Itabagi (PR), escolas públicas recebem lousas digitais

Novas tecnologias melhoram o aprendizado
Nesta sexta-feira, Tibagi/PR se tornará o primeiro município do Brasil a implantar Lousas Interativas Multimídia (LIM) em todas as salas de aula das escolas e centros municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental até o 5º Ano. Trata-se do Programa Escola Sem Fronteiras, que consiste na utilização de kits com notebook, projetor, Tablet e caneta eletrônica. As escolas já estão aposentando o giz e o quadro.
Com o projetor os educadores poderão tornar suas aulas mais dinâmicas, pois ele possibilita interação com softwares de apresentação de slides, programas educacionais, sites da internet ou quaisquer outros aplicativos, diretamente na superfície da lousa. “É uma revolução na educação, um divisor de águas. A partir de agora, nossos alunos têm à disposição equipamentos de ponta, a tecnologia a serviço da qualidade na educação”, defende o prefeito Sinval Silva, idealizador do programa.
A Secretária de Educação e Cultura do Município, Jeanine Maciel Ribas, acredita que as lousas digitais vão implicar em avanços nas avaliações, como Prova Brasil e Índice Nacional de Educação Básica (IDEB). “Já tivemos uma boa evolução nos últimos anos, mas agora nossa expectativa é por um salto de qualidade”, aponta.
A Brasil Online Tecnologia Educacional é a empresa responsável por fornecer os equipamentos e prestar consultoria especializada, com treinamento aos professores e acompanhamento integral. “A adaptação de metodologias e a capacitação dos educadores fazem com que se rompam barreiras e novos meios passem a efetivar a prática pedagógica em um novo contexto”, esclarece um dos diretores da empresa, Weydson Fonteles. Segundo ele, atualmente existem cerca de 1,2 milhão de lousas no mundo e a previsão é de que até o final deste ano elas somem mais de cinco milhões.
A diretora da Escola Municipal Ida Viana, Keila Maria Martins, está surpresa com o resultado. “As crianças estão muito mais interessadas. Acabou a bagunça e diminuiu a evasão. É uma ferramenta muito boa porque prende a atenção e desperta a curiosidade. Tudo o que eles perguntam, pode ser pesquisado na hora na internet”, enaltece a diretora.
O aluno do 5º Ano, Christofer Morais, faz questão de sentar na primeira fileira de carteiras para não perder detalhes da sala. O colega de turma, Elisson Pachego, também aprovou a lousa. “Não tenho saudades do outro quadro porque a lousa é muito boa, aprendemos muito mais”, confessa. Já Yuri dos Santos diz que gostou dos jogos interativos e afirma não ter medo de usar a caneta digital: “Eu gostei. Não quero mais faltar aula e acho que não vou mais me acostumar sem a lousa”. A jovem Vanessa Rodrigues aprovou a nova tecnologia porque no caso de dúvidas basta a professora entra na internet para saber. “Agora temos uma escola para a criança se divertir enquanto aprende”, comemora.
Fonte: www.jmnews.com.br