sexta-feira, 24 de junho de 2011

Pacajá oferece 810 vagas em todos os níveis

A Prefeitura de Pacajá, no Pará, lançou edital de concurso público para preencher 810 vagas, entre cargos de todos os níveis de escolaridade. Deste total, 461 oportunidades são imediatas e 349 para formar banco reserva. De acordo com o edital de abertura, a remuneração inicial varia entre R$ 545 e R$ 6.100.
Quem possui nível fundamental pode disputar os cargos de servente, merendeira, vigia, gari, coveiro, auxiliar de serviços gerais, mensageiro, jardineiro, servente de pedreiro, motorista de veículos leves, operador de máquinas leves e operador de máquinas pesadas, motorista de veículos pesados, soldador, mecânico, operador de equipamento de sonorização, auxiliar de operador de equipamento de sonorização, microscopista e auxiliar de mecânico.
Os cargos de nível médio são de assistente administrativo, fiscal de tributos, secretária administrativa, visitador social, agente de vigilância sanitária, auxiliar de laboratório, agente de vigilância epidemiológica, regente de fanfarra, regente de escola de música, monitor de banda de música, técnico em enfermagem, técnico em higiene dental, técnico agropecuário, técnico em contabilidade, técnico em radiologia, técnico em meio ambiente, técnico em informática e professor.
Candidatos com nível superior podem fazer concurso para advogado, educador ambiental, engenheiro florestal, biólogo, engenheiro agrônomo, engenheiro civil, médico cirurgião, médico clínico geral, odontologista, enfermeiro, médico veterinário, nutricionista, assistente social, farmacêutico bioquímico, médico pediatra, médico ginecologista e obstetra, fisioterapeuta, psicólogo, psiquiatra e professor, entre outros.
As inscrições estão abertas e vão até o dia 15 de julho, por meio do site www.fundacaojoaodovale.com.br, organizador do certame. O custo da taxa de inscrição varia entre R$ 35 e R$ 80.
Fonte: Diário do Pará

2 comentários:

Karla disse...

primo dar uma olhada no blog da ASCONPA e denuncia as pilantragens dete gov.

Prof. Augusto Magalhães disse...

Vou dar uma olhada sim. Um abraço!