segunda-feira, 2 de maio de 2011

Trânsito em Tucuruí, a cidade sem lei

Como se não bastasse o caos no trânsito, a cidade ainda tem que conviver com motoristas e motoqueiros irresponsáveis que não têm o menor respeito nem pela própria vida, quanto mais pela dos outros. Alguns “cabeças-duras”, por exemplo, acreditam que o capacete serve apenas para evitar multas e não para evitar a morte em caso de acidente.
É comum ainda presenciar o avanço de sinal vermelho, principalmente daquele que fica na Lauro Sodré próximo à escadaria e do que fica no final da Sete de Setembro. Alguns motoristas precisam urgentemente voltar à autoescola, pois pensam que o sinal amarelo significa “acelere”.
Aos domingos, feriados e a noite Tucuruí vira cidade sem lei. Os “cabeças-duras” desfilam à vontade, empinando moto e trafegando a três e até a quatro. Quando vejo fico até em dúvida se é transporte coletivo de duas rodas ou é suruba sobre duas rodas? Veja abaixo uma série de flagrantes que venho colecionando.

Caminhão estaciona toda manhã na calçada ao lado da Panificadora Mega Pão. A calçada já está só o caco. Interessante é que a sede da CTTUC fica a uns 200 m dali. Veículos com agentes de trânsito passam a toda 
hora, mas não tomam nenhuma providência.

Jovens delinquentes descansam e tomam folego pra mais arruaça numa manhã de domingo

 Caminhão estaciona em local não apropriado para veículo daquele porte e ocupa metade da pista colocando em risco a vida de motoristas que trafegam pela via

 Hilux com carroceria acoplada transporta madeira de forma totalmente irregular. Um homem viaja com a carga, talvez na tentativa inútil de segura-la case resolva escapar

 Caminhão que transportava bois tenta fazer uma curva em alta velocidade e tomba na rotatória próxima ao Detran. A boiada se espalhou pela cidade e deu muito trabalho para os bombeiros e vaqueiros.

 Caminhonete transporta pessoas na carroceria sem nenhuma segurança. O risco de acidente é iminente


carona na moto segura uma caixa de isopor arriscando a vida

Mulher trafega na moto sentada de lado e carregando um monte de tralha. Economizou no taxi e correu o risco de perder a vida

Criança trafega irregularmente no banco da frente, em pé e sem cinto de segurança. A lei da cadeirinha ainda não vigora por aqui.

Um comentário:

Anônimo disse...

E olha que na primeira foto além do caminhão em cima da calçada ainda tem o cara na moto sem capacete... tinha que ser um 'amarelão' mesmo, kkkkkkk.

PS: Prof., só uma pequena correção, no caso em questão, o correto seria 'Hilux' :P