sexta-feira, 27 de maio de 2011

Reajuste, sobras do FUNDEB, PCCR e afins

Ele se deu bem novamente
Segundo o Sintepp, a Secretaria de Educação tem uma sobra do FUNDEB, referente ao ano de 2010, de um pouco mais de 2,321 milhões de reais, que deve ser distribuído no contracheque dos professores e demais trabalhadores da educação.
Para a Profª. Nívea Maria, que compõe a direção da entidade, o recurso deveria vir incorporado já no pagamento de maio, porém não foi o que aconteceu. O que veio a mais mesmo foi apenas 6% de reajuste salarial. Quantia bem inferior aos 30% reivindicados pelo sindicato, que parece ter desistido do embate.
Falando ainda sobre reajuste, data-base, sobras de recursos, PCCR’s e coisas afins, já ouvi comentários dando conta de que a eleição para a ASERT cruzou o caminho da luta sindical, fazendo muita gente optar por pegar o bonde errado. O prefeito deve estar rindo a toa.

6 comentários:

Anônimo disse...

E sabe porque isso estar acontecendo? Por que nós os servidores estamos sendo coniventes com a situaçao .Todos se calaram e nimguem mais faz manifestaçao ,todos estao com medo desse ditador xxxxxx dos cofres publicos.

Anônimo disse...

Aparentemente todos estão com medo do prefeito veja o caso da vereadora de tucurui pedindo para o prefeito colocar no quadro de avisos da pmt o motivo real da demisão da pessoa qye cuida da casa de apoio em belém. me parece que é irma de uma secretaria

Anônimo disse...

No caso da vereadora acho que foi o contrário. Foi coragem. Acho que você não entendeu bem o que se passou. E não PARECE que ela é irmã. ela É irmã sim de uma secretária do Sancler. Está claro na postagem do blog da vereadora.

Anônimo disse...

Pow Guto,
Tira essa foto desse careca do teu blog. Essa nós não merecemos. Égua! Vê esse rosto me faz ter náuseas.

Anônimo disse...

Pegar o bonde errado então é votar na chapa da prefeitura?
Pela madrugada!
Que povo masoquista hein?
É por isso os comentários tristes na capital a respeito do povo de Tucuruí.

Anônimo disse...

pow, vc não entendeu nada. "Pegar o bonde errado" é deixar de fazer o que foi eleito pra fazer no sindicato pra se candidatar à Asert. Se liga!