quinta-feira, 19 de maio de 2011

Rapidinhas

Pega leve

Ao visitar um programa matinal de uma rádio bem antiga em Tucuruí a locutora pediu que os representantes do Sintepp “pegassem leve” com o prefeito. Uma diretora disse que não poderia deixar de falar o que está acontecendo e então a locutora quis saber o que seria falado.

Balde de água fria

A chuva acabou frustrando muita gente no sábado passado. Frustrou os professores, que pretendiam fazer um Ato de protesto contra a prefeitura de Tucuruí durante a Ação Global. Frustrou os organizadores do evento, que não puderam fazer a abertura com autoridades e, é claro, as próprias autoridades, que não puderam capitalizar o momento. O pior de tudo é que fez uma noite belíssima e a chuva começou a cair as 07:00 h. em ponto.

Preocupados

Por falar em Protesto, a Polícia Militar foi à sede do Sintepp na manhã daquele sábado para “sondar se iria ou não acontecer o Ato. É que, além da segurança da Ação Global, o efetivo estava voltado também para o resgate da tripulação do avião que havia caído na região. O anuncio do Ato realmente tirou o sono da PM.

Mais preocupada ainda

Não foi só a polícia que não dormiu bem da sexta para o sábado. A Secretaria de Educação também esteve preocupada com uma possível “repercussão global” das denúncias dos professores em relação à situação caótica da educação em Tucuruí. É que a visita do Jornal Nacional ao Breu Branco deixou muita gente com a barba de molho. A Secretária de Educação chegou a tentar convencer o Sintepp de que o Ato não seria necessário.

2 comentários:

Anônimo disse...

Professor... acho que o senhor anda sendo muito 'carinhoso' com as palavras, quando fala desse pessoal, rs.

Dê logo o nome aos bois, ou seria aos porcos, porque o PiG todo mundo conhece.

Prof. Augusto Magalhães disse...

E precisa citar nomes? Escrevo para pessoas inteligentes como você que pegam as coisas no ar. Essa flor está ao alcance de quem quiser colhê-la.