sábado, 7 de maio de 2011

Oficial: Independente vai se mudar para Tucuruí

Foto: independentetucurui.blogspot.com
Na tarde de ontem (6), após reunião na Federação Paraense de Futebol, Deley Santos, que dirige os destinos do Independente neste Campeonato Paraense, fechou negócio com Fabiano Bastos, ainda detentor do Independente Esporte Clube. Santos já havia adiantado essa semana ao BOLA que o seu interesse era tomar posse dos diretos clube. O anseio existia desde o ano passado. Já Bastos, mostrou-se aberto as negociações, pois alegava que não tinha condições financeiras de manter o time. Mas, somente ontem, o desejo de Deley Santos se concretizou.
Com o fechamento do contrato, o time da Terra da Energia deverá passar a se chamar Independente Tucuruí Clube - o nome será decidido por meio de um plebiscito - e sua sede será transferida da capital paraense para Tucuruí. Entretanto, até final de junho deste ano, segue vigorando o contrato de aluguel entre Bastos e Deley, iniciado em 2009. Somente quando encerrar esta data - que coincide com o final do Campeonato Paraense 2011 - é que Santos comprará a agremiação, elegendo diretoria, conselheiros e sócios.
O presidente do Galo Elétrico diz que “não havia mais sentido” o clube ser de Belém, devido ao reconhecimento que adquiriu sendo um represente de Tucuruí no futebol paraense. “A torcida aqui ama esse time. Fizemos ele crescer, amadurecer e colocamos na posição que está hoje”, expõe. Conforme já adiantado por Deley, o clube passará a ser de um grupo de no máximo 200 torcedores que terão direitos de acordo com as cotas compradas por cada um. (Diário do Pará)

2 comentários:

Me Engana QueEu Goxto! disse...

O será que dependente Independente vai durar depois das eleições de 2012? Outra pergunta: Você compraria um carro usado vendido pelo Deley? E você tem coragem de comprar "cotas" do club e do Deley/Sancler?

Anônimo disse...

Esperamos que o Independente dure mais do que o período das eleições 2012, o povo de Tucuruí torce por isso, até porque interesses políticos à parte, o futebol paraense pra ganhar fôlego novo precisa mesmo dar mais destaque aos times do interior, ninguém aguenta mais a mesmice sem futuro de Remo e Paissandu.