terça-feira, 1 de março de 2011

O que diria o Prof. Paschoalin?


Vereadores se pronunciam na segunda sessão do ano na CMT
Por falar em Câmara Municipal, estive ontem por lá e fiquei abismado com a dificuldade de alguns vereadores em articular as palavras da nossa tão estimada língua portuguesa. Olha que, de vez em quando, a gente erra, mas ouvi coisas absurdas naquele final de tarde como “a gente vamos” e coisas do tipo.
Notei ainda que um dos nobres representantes do povo, ocupante de elevada posição naquela casa legislativa, mal sabe ler. Já tinham me falado, mas eu não acreditava. Agora sei que é a mais pura verdade.
Dos que se pronunciaram na sessão de ontem, estão em paz com a nossa língua pátria os vereadores Tabaco, Jones William, Tom Bonfim, Edileuza, Titonho e Chico Enfermeiro.

8 comentários:

Mirabeau Vieira disse...

Meu caro Augusto

Isto não é privilégio de vocês. É só conhecer Novo Progresso (se é que você não conhece), e participar de uma sessão da Câmara desta cidade.
Me pergunta se o presidente daquela casa é alfabetizado.

Mirabeau Vieira

Fábio disse...

É profº. o presidente da CMT realmente não sabe ler, já tive a infelicidade de participar de uma sessão e observar o alto grau de erros que o nobre presidente comete. Não sou nenhum membro da Acadêmia Brasileira de Letras, porém aquilo que se escuta de alguns representantes do legislativo de Tucuruí é algo impressionante. Porém outras coisas eles sabem fazer perfeitamente (hehehe) prefiro não comentar.

Anônimo disse...

Olá, caro editor do blog, venho pedir a sua colaboração. Sou morador do bairro Cohab em Tucuruí e minha familia vem sofrendo a meses (desde o no de 2010) com o barulho gerado por abuo em volume alto por parte de uma oficina de instalação e conserto de som automotivo. Os mesmos aumentam o volume de som para testar os aparelhos em altura abusiva, o que gera incomodos insuportáveis, tendo em vista que a partir dai ninguem mais pode conversar em paz,pis não se ouve ninguem, as paredes tremem, os idosos não podem descansar, bem como as crianças. Já protocolei denuncia anonima na secretaria municipal de meio ambiente, porém atéo momento nada foi feito. Qaundo solicitamos a a judada policia militar eles quase sempre se recusam a atender. Esse ipo de crime está ocorrendo em toda a cidade de Tucuruí através de som de carros particulares, bares, casas particulares onde o orador resolve fazer festa com som alto, ificinas de instalação de som automotivo, trios el´tricos, carros de publiciade, etc. Fiquei sabendo de um caso no bairro do getat onde a moradora idosa tem sido incomodada todo fim de semana por seu viznho que coloca musica em alto volume, o que a obriaa ter qu ir dormir na casa de parentes. Por favor, nos ajude fazendo matéria a respeito, pois é caminhar pela cidade e se constatará o que digo. Fico grato pela ajuda.

Anônimo disse...

Titonho????????

Anônimo disse...

Titonho em paz com a nossa língua pátria? Você precisa ir mais vezes às Sessões da Câmara, prezado Professor!

Prof. Augusto Magalhães disse...

Nauqele dia pelo menos ele não tropeçou. Só estou dizendo o que eu vi.

Anônimo disse...

Prof. Augusto, se me permite, gostaria de fazer uma correção. O nome é Pasquale, Professor Pasquale Cipro Neto. Ok?

Prof. Augusto Magalhães disse...

Permito sim, porém devo frustrá-lo mostrando a capa do livro no link a seguir:

http://www.traca.com.br/livro/130416/gramatica-teoria-e-exercicios-livro-do-professor

Quando abrir clique na imagem para ampliar.

Talvez você esteja certo também e estejamos falando de pessoas diferentes.