quinta-feira, 3 de março de 2011

Já somos a 7ª maior economia do mundo

Uma ótima notícia foi anunciada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). O Brasil teve um espetacular crescimento econômico de 7,5% no ano de 2010. O maior desde 1986, ou seja, o maior crescimento em 24 anos. A taxa já era esperada, porém é merecedora de comemorações. Somos finalmente um país em franco crescimento, rumo ao primeiro mundo.
Outra boa notícia, que vem anexa a da taxa de crescimento, é que somos agora a sétima maior economia mundial. Ultrapassamos o poderoso Reino Unido e a França. Confirma-se cada vez mais a previsão do próprio Fundo Monetário Internacional (FMI) de que em 2016 seremos a quinta maior economia do mundo, atrás apenas dos EUA, China, Japão e Alemanha.
O importante de tudo isso é que o crescimento brasileiro não se trata simplesmente de um milagre, como aconteceu no tempo do regime autoritário, e que o bolo cresce ao mesmo tempo em que é dividido entre os que têm fome.
No governo anterior milhares de brasileiro deixaram de viver abaixo da linha da pobreza e outros tantos ascenderam à classe média. Vivemos um momento de seguidos aumentos reais do salário mínimo, com uma fórmula simples que considera reposição inflacionária mais aumento do Produto Interno Bruto (PIB) nesse cálculo. O consumo aumenta e impulsiona o comércio, que impulsiona a indústria, que cria mais e mais postos de trabalho. É um ciclo virtuoso como poucas vezes presenciamos em nossa história.

Nenhum comentário: