quarta-feira, 30 de março de 2011

Grêmio do Rui Barbosa exige democracia e transparência na UNEST

Segundo os estudantes, existe uma ditadura à la Kadafi na UNEST.
O ditador líbio está há 42 anos no poder
Os estudantes do Rui Barbosa – Ensino Médio não aceitam mais a ditadura à la Kadafi que se instalou na UNEST (União dos Estudantes de Tucuruí). Segundo o presidente do grêmio daquela escola, Rafael Douglas, o mandato da entidade já venceu, sendo que a última eleição foi feita em 2007. Para permanecer no comando, os diretores teriam dado um autogolpe prorrogando o próprio mandato numa reunião fechada aos estudantes. A trincheira está montada. Segue o manifesto do grêmio:

Chega de golpe. Eleições já na UNEST!
Prestação de contas do dinheiro das carteirinhas.

A história do movimento estudantil em nosso país mostra que a juventude brasileira é consciente de seus direitos e da força que tem. Lutamos pelo controle dos brasileiros sobre nossas riquezas quando lançamos a campanha “O Petróleo é Nosso”, ainda no governo Vargas, combatemos aquela ditadura, assim como a dos militares e, juntos, ainda derrubamos um presidente corrupto (Collor). Diante de tantas lutas vitoriosas, calar frente ao que acontece no próprio movimento estudantil em Tucuruí seria contradizer nossa própria existência.
Nossa entidade maior, a UNEST, envergonha a classe estudantil. A entidade deixou de fazer movimento estudantil pra virar um balcão de negócios. Aparece nas escolas uma vez por ano, apenas pra vender carteirinhas. Ninguém sabe pra onde vai esse dinheiro que deveria ser usado na luta pela melhoria do ensino em nossa cidade. Pra eles o Movimento Estudantil virou ganha pão.
Nossa escola há muito clama por reformas, falta merenda, livros, espaços adequados para o ensino, etc. Muitas outras escolas não têm nem água pra beber, o que faz com que as aulas sejam suspensas. E então, por onde anda a UNEST quando não está vendendo carteirinha?
Esse ano lutamos contra o aumento absurdo das passagens de ônibus e a UNEST nem deu as caras. Seu mandato já venceu e eles deram um auto-golpe prolongando-o sem fazer eleição. Eles são os Kadafis do Movimento Estudantil. Chega de corupção, chega de golpes! Queremos democracia e Movimento estudantil de verdade!

  • Eleições já para a UNEST!
  • Prestação de contas já!
  • Por uma UNEST de luta e a favor dos estudantes!

Grêmio Livre Estudantil do Rui Barbosa – Ensino Médio.

Um comentário:

Anônimo disse...

O que acontece e que nos alunos so sabemos tirar carteirinhas e não nos interesamos em cobrar a prestação de contas ja esta mais do na hora de nos unirmos e cobrar to junto com a galera e vamos as ruas lutar.