quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Cotidiano: derrotado, orelhão emporcalha a cidade



Segundo taxistas que trabalham alí, a cena já dura  uma semana
Quantas conversas apaixonadas de namorados ele escutou? Quantas pessoas, parentes e amigos saudosos aproximou? E quantas urgências atendeu? Quantas vidas salvou? Esse é o destino de quem tanto serviu outrora à sociedade. Derrotado pelo avanço assustador da telefonia celular, o orelhão beija o chão, encontra-se desprezado, abandonado e condenado a desaparecer. Merecia pelo menos um lugar digno num museu.
Quem quiser ver o triste fim do orelhão é só andar pelas ruas do Tucuruí, mais precisamente na feira municipal e na Av. Lauro Sodré às proximidades do Tucuruí Shopping. Porém, mais do que ver o triste fim do orelhão você vai ver como a cidade está abandonada. Ah, esses novos tempos ...

Nenhum comentário: