terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Com o espirito de Amazonino


Clique na imagem para ampliar
O prefeito de Manaus (AM), Amazonino Mendes, sem pudores e mostrando-se despreparado para o cargo que ocupa, respondeu a uma paraense moradora de área de risco daquela cidade, que reclamava das deploráveis situações em que vivia, com a seguinte frase: “então morra!”. O descontrole verbal do político do PTB foi gravado e divulgado ontem na imprensa nacional.
Mais prudente que o prefeito da capital amazonense, o de Tucuruí, Sancler Ferreira, falou coisa não muito diferente aos professores no ano passado: anunciar que não dará aumento salarial é a mesma coisa que dizer “então morra!”

Obs:  a foto acima é de 2009, quando o prefeito corajosamente compareceu a uma Assembléia Geral do professores, sendo usada apenas para ilustrar a postagem.

Um comentário:

Anônimo disse...

E o pior é que o prefeito repete a mesma frase todo ano.
Parabéns pela ilustração. A da Marilene então, ficou perfeito.
O Chico contador (na foto com a mão na cintura) cansou-se de tanto ouvir mentiras do prefeito Sancler que resolveu largar a prefeitura de Tucuruí e trabalhar no Breu.