quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Amnésia


O presidente reeleito do Senado, maranhense “naturalizado” amapaense, José Sarney, deixou grande parte dos brasileiros preocupados ontem no seu discurso de posse. Disse ele que durante o tempo em que está no Senado assistiu naquela casa mais de cinquenta comissões de inquérito e nunca nenhuma delas levantou qualquer problema sobre a sua honorabilidade ou sobre a sua conduta pessoal.
O velho político ainda se colocou como um dos mais ardentes combatentes da ditadura militar e defensor da plena democracia no Brasil, mesmo sendo durante todo o regime autoritário uma das maiores lideranças da ARENA e depois do PDS, pulando fora do barco apenas quando a água já lhe ameaçava as narinas.

Nenhum comentário: