quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Prendam o Papa e libertem Assange!


Estranha a prisão do proprietário do site wikileaks. Será que ele foi preso por que publicou documentos secretos do governo norte americano ou foi por que transou sem camisinha? Se o motivo foi a primeira opção, então a prisão é política e fere a tão defendida (pelos EUA) liberdade de expressão. Hugo Chaves deve estar dando risadas dos ianques. Se a segunda opção é o motivo, então o Papa merece dividir a cela com Assange, pois sempre defendeu o não uso de preservativo.
É isso mesmo. Transar sem camisinha pode dar cadeia, assim como publicar as besteiras e fofocas da Casa Branca. Legal foi a atitude do presidente Lula que prestou solidariedade ao jornalista ainda há pouco. O pronunciamento foi como um tapa na cara do PIG (Partido da Imprensa Golpista) que tenta imprimir na sua testa o carimbo de censor.
E por falar em liberdade, o Irã já libertou hoje Sakineh Ashtiani, condenada à morte por apedrejamento, o que também recebeu o protesto do governo brasileiro. Resta agora a liberdade de Assange. Prendam Papa e libertem Assange!

Nenhum comentário: