terça-feira, 21 de dezembro de 2010

De férias

Vou dar um tempo. Tô saindo de férias. Já estava meio dificil fazer postagens, pois final de ano letivo é uma correria. Volto em meados de janeiro. Feliz ano novo a todos.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Já não era sem tempo


O Banpará está instalando um caixa eletrônico na Big Bem, ao lado do  Tucuruí Shopping. É mais uma alternativa na hora daquela compra quando nos pegamos sem nenhum dinheiro no bolso ou na hora de pagar uma conta em débito automático.
O novo equipamento é bem vindo, mas bem que poderiam trocar o software que ainda é aquele do século passado. Ah..., e também poderiam fazer menos perguntas na hora de sacar. Só falta pedir o resultado do exame de sangue.
No Shopping já funcionam caixas do Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica. Este último é apenas para contemplação dos correntistas e funcionários da Prefeitura, pois nunca funciona.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Prendam o Papa e libertem Assange!


Estranha a prisão do proprietário do site wikileaks. Será que ele foi preso por que publicou documentos secretos do governo norte americano ou foi por que transou sem camisinha? Se o motivo foi a primeira opção, então a prisão é política e fere a tão defendida (pelos EUA) liberdade de expressão. Hugo Chaves deve estar dando risadas dos ianques. Se a segunda opção é o motivo, então o Papa merece dividir a cela com Assange, pois sempre defendeu o não uso de preservativo.
É isso mesmo. Transar sem camisinha pode dar cadeia, assim como publicar as besteiras e fofocas da Casa Branca. Legal foi a atitude do presidente Lula que prestou solidariedade ao jornalista ainda há pouco. O pronunciamento foi como um tapa na cara do PIG (Partido da Imprensa Golpista) que tenta imprimir na sua testa o carimbo de censor.
E por falar em liberdade, o Irã já libertou hoje Sakineh Ashtiani, condenada à morte por apedrejamento, o que também recebeu o protesto do governo brasileiro. Resta agora a liberdade de Assange. Prendam Papa e libertem Assange!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Timganei


Cuidado, alerta máximo! Uma operadora de telefonia celular, que tem um plano imbatível, está aplicando um golpe de mestre (nem tanto) pra acabar seus créditos e força-lo a comprar mais. Funciona assim: se alguém liga a cobrar pra você não tocará aquela típica musiquinha te avisando que um(a) cara de pau está querendo falar com você. Aí você atende inocentemente e paga aquela tarifa absurda. Acaba seus créditos e você fica com cara de besta. Cuidado!