sexta-feira, 5 de novembro de 2010

O quinto elemento


O secretário de educação já pulou fora do barco do governo que afunda cada vez mais rápido após a derrota, nas urnas, da governadora Ana Júlia. Não esperou nem o dia 31 de dezembro. Quem se apresenta pra apagar as luzes da secretaria na virada do ano é Ana Lúcia de Lima Santos.
Luís Cavalcante foi o quarto secretário em quatro anos de governo petista, refletindo uma gestão que não se encontrou, pelo menos na educação. Precisava ter o quinto secretário (no caso, secretária)?
Cavalcante saiu argumentando que já cumpriu a missão de agilizar a entrega de várias obras que estavam paradas. Ainda bem que ele não disse todas, pois a reforma do Rui Barbosa, anunciada para iniciar no dia 17 de julho, ainda não começou.

Nenhum comentário: