sexta-feira, 22 de outubro de 2010

De cara com o inimigo


A impressão que se tem e que se comenta por aí entre a população, blogueiros e outros comentaristas de plantão é que a governadora Ana Júlia (PT) tem ganhado os debates que vem acontecendo entra ela e Jatene (PSDB). Ana tem mostrado mais firmeza e uma artilharia mais certeira enquanto que Jatene tem se mostrado nervoso e na defensiva. Tudo indica que o tucano ta perdendo plumagem. Vamos esperar a próxima pesquisa.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Bosta n’água


O oportunismo na política revela que o que está em jogo são mesmo interesses pessoais e não projetos. Isso fica evidente quando o PTB e o PV apoiam formalmente Ana Júlia, mas flertam com Jatene. E se a candidata estivesse à frente nas pesquisas? Isso é lamentável.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

A esperança é a última que morre


Saiu a primeira pesquisa de intenção de votos para o segundo turno no Pará. Segundo o IBOPE, Jatene tem 60% contra 40% de Ana Júlia. Longe de ser uma boa opção, Jatene vai ser eleito mais pelos erros do governo petista que pelos próprios méritos.
Como eu disse antes, não tivemos opção nessas eleições para o governo do Pará. Os dois candidatos disputam na verdade quem fez o pior governo. Agora é festa do lado amarelo, decepção e choro do lado vermelho e o Pará 4 ou, quem sabe, 8 anos a mais de atraso. 
Como a esperança é a última que morre e a primeira que ressuscita, os petistas apostam em duas coisas: primeiro no efeito Almir Gabriel e segundo em que o IBOPE esteja redondamente enganado. Se o instituto de pesquisa errar 20% tem que fechar as portas.

sábado, 16 de outubro de 2010

Só pra contrariar



Eu andei errado, eu pisei na bola
troquei quem mais amava por uma ilusão
mas a gente aprende, a vida é uma escola
não é assim que acaba uma grande paixão
(refrão)
quero te abraçar, quero te beijar
te desejo noite e dia
quero me prender todo em você
você é tudo o que eu queria
 (...)
Eu andei errado, eu pisei na bola
não sei se era melhor cantar outra canção
mas a gente aprende, a vida é uma escola
eu troco a liberdade pelo seu perdão.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Coisas da política



A política é mesmo uma coisa fantástica. Vejam essa imagem. Não é de cair o queixo? Almir acaba de declarar apoio a Ana Júlia e Dilma. Eu nem vou comentar nada. Quero que vocês comentem. Abraços a todos. Continuem visitando o blog?

Agradecimentos pelo 15 de outubro


São poucas, mas são sinceras e eu quero agradecer às pessoas que me parabenizaram nas ruas, nas escolas, pela internet e por mensagens se SMS pelo dia do professor. É isso mesmo, hoje, dia 15 de outubro, é dia do professor, uma data quase esquecida até mesmo por nós. Nas escolas é dia de muito trabalho e pouca ou nenhuma comemoração. É realmente um dia esquecido, quando se trabalha pra pagar dias parados da greve.
Greve? Poxa, taí... Como hoje é meu dia gostaria de fazer um pedido: gostaria que nunca mais tivesse greve, ou seja, gostaria de ter salário digno, condições de trabalho mais humanas e  hum..., só isso. Só isso já tá bom.
Além das pessoas sinceras que citei no início dessa postagem também quero fazer outros agradecimentos: obrigado pelos descontos indevidos no meu contra-cheque no mês de setembro e pelo reajuste zero este ano, pelo calor desumano que recebo na escola em que trabalho a tarde, pelo evidente abalo psicológico, pela sensação de medo e insegurança no dia de amanhã, pelas dores nas costas e pelos contratos que diminuíram e lotearam minha carga- horária. Obrigado por tudo.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Por que Serra cresce nas pesquisas


Tenho observado a propaganda dos dois candidatos à presidência da República e percebo que os programas do Serra (PSDB) têm sido muito mais dinâmicos que o de Dilma (PT), mostrando propostas ao mesmo tempo em que ataca abaixo da linha da cintura. Bem no modo Tucano.
O programa de Dilma tornou-se mais político quando trouxe o tema privatizações para a TV e até os ataques ao adversário têm sido bem politizados. Acontece que a candidata tem centrado mais no que foi feito e na imagem do Lula, esquecendo-se de dizer o que irá fazer. Quando muito, mostra propostas já batidas e, no meu ponto de vista, pequenas pra quem disputa a presidência da República.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Minas só ano que vem, e olhe lá!


Quem não se emocionou com o resgate dos 33 mineiros presos há 69 dias numa mina que desabou no deserto do Atacama, no Chile? Ficamos apreensivos e aliviados cada vez que a cápsula fênix 2 surgia na superfície. Que bom que tudo acabou bem. Parabéns ao povo chileno e aos bravos mineiros.
Bem, agora que já fiz minha média (foi sincero) quero falar de duas coisas que talvez poucas pessoas perceberam. Uma delas é que, apesar de tudo ter dado certo, eu fiquei meio decepcionado. É que fiquei a madrugada toda olhando praquela boca de poço esperando a saída de um paraense e só saía mineiro. Nem um carioca, um paulista ou um baiano sequer. Que decepção. Depois me dei conta que os paraenses estão muito ocupados visitando Nossa Senhora de Nazaré.
Outra coisa é que eu não aguento mais aquele grito chato: “chi, chi, chi, le, le, le!!!”. Ainda bem que tudo acabou. Até cancelei minha viagem à Minas Gerais, onde iria visitar uma amiga no final do ano. É que me falaram que lá tem muito mineiro. Já pensou eu chegando lá e logo no aeroporto ter que ouvir: “chi, chi, chi, le, le, le!!!” “chi, chi, chi, le, le, le!!!” “chi, chi, chi, le, le, le!!!”. Tô com a impressão de que cada vez que dois ou mais mineiros se encontram surge o tal grito de guerra. Minas Gerais só ano que vem, e olhe lá!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Parsifal declara apoio a Jatene no segundo turno


A decisão do PMDB ainda não saiu oficialmente nem para Jatene nem para Ana Júlia. Enquanto isso suas lideranças vão se adiantando. O deputado Parsifal Pontes, eleito com expressiva votação na região, formalizou seu apoio a Jatene nesta segunda-feira levando consigo várias lideranças, entre elas Claudiney Furman. A informação vem do blog do histórico peemedebista Pacheco. Quer conferir os detalhes? Então acessa: osoriopacheco.blogspot.com.

Ps.: Parsifal e Furman, Juntos? Hum... isso tá me cheirando articulação para 2012, não acham? Se for pra mudar a o que está aí acho até que é uma possibilidade a se considerar.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Democracia é discutir eleições na escola


Considero importante que a juventude discuta política e se interesse pelos destinos do país. Nada melhor do que fazer isso na escola, porém a legislação eleitoral, por incrível que pareça, é o maior obstáculo para que isso aconteça.
Como membro do conselho escolar, fui ao cartório eleitoral de Tucuruí pedir uma urna eletrônica e informar que pretendia, em parceria com o grêmio estudantil, fazer uma prévia numa das escolas em que eu trabalho visando provocar o debate na comunidade escolar em relação à disputa para a presidência e para o governo do Estado. A resposta foi negativa. Não pode fazer prévia nem com urna eletrônica, nem com cédula de papel. Fiquei com a impressão de que posso até ser preso se tocar no assunto “eleições” na escola.
Pra não ficar muito feio, me ofereceram uma urna com candidatos fictícios para simular uma votação. Recusei imediatamente, pois estamos vivendo um momento importante e precisamos discutir a situação real, os projetos que estão sendo colocados para o Brasil e para o Pará. Considero o debate de ideias saudável e necessário. É preciso mudar imediatamente essa legislação e permitir que o debate eleitoral ganhe as escolas.