terça-feira, 6 de julho de 2010

Salão do Livro decepcionou, mas queremos de novo ano que vem


Terminou o Terceiro Salão do Livro de Tucuruí e a impressão dos participantes não foi lá muito boa. Muita gente com quem conversei acha que a qualidade do evento vem caindo ao longo dos anos. De fato, pensando bem, eu concordo. Nas prateleiras o que dominava eram temas bíblicos, infantis e de auto-ajuda, mas o público maior era formado por professores e estudantes ávidos por livros técnicos, didáticos e grandes clássicos.
Uma boa notícia é que o Cred Livro teve seu valor aumentado de R$ 150,00 para R$ 200,00, mas sem opções muita gente gastou mal e nem sempre com livros. Há quem diga que o aumento deve-se à proximidade com as eleições, ou seja, uma soprada depois da surra representada por 0,82% de reajuste salarial.
Apesar de tudo, podemos nos considerar privilegiados pelo evento acontecer aqui no município e, justiça seja feita, isso acontece muito por influência da Eletrobrás-Eletronorte, que tem investido sim em cultura.
Um boato muito forte e preocupante tem corrido por aí dizendo que o Salão pode ir para Marabá. Espero que fique só no boato e que ano que vem tenhamos de novo o evento aqui em Tucuruí e se possível com os problemas corrigidos.

3 comentários:

Anônimo disse...

Com certeza o evento decepcionou mesmo, em termos de infra estrutura, divulgação e principalmente opções de livro, no entanto acabar com o evento não vai resolver nada, numa cidade como Tucuruí com pouquíssimas opções de lazer e eventos de boa qualidade,ter o Salão do Livro é sim um grande privilégio.

Lidiane disse...

É privelegio mesmo tal evento, mas não me impressionou muito a vez em que fui, tbm não gostei dos valores, mas...o incetivo não pode parar!

Vívian Rodrigues disse...

Olá Guto, realmente a impressão que ficou é que o evento foi feito este ano, com perdão da palavra, (nas coxas) no dito popular, infelismente em Tucuruú é assim tudo começa uma maravilha depois, se perde a qualidade, fazer o quê, né?
bjs