quinta-feira, 3 de junho de 2010

Desinformação

Não tem jeito, a perversão da imprensa não tem limites. Os Jornais desta quinta-feira (02/06) estamparam manchetes tentando desqualificar a greve dos professores dizendo que ficamos acuados, voltamos atrás e que a greve acabou por decisão da justiça. Não é verdade. Acabamos a greve por que obtivemos avanços significativos em relação a proposta original do Plano de Carreira apresentado pelo governo do Estado. Não conseguimos tudo o que queríamos, mas de certa forma a greve foi vitoriosa.
Diante da irresponsabilidade dos editores, cabe aos leitores a responsabilidade de filtrar as informações da imprensa no Brasil.

Nenhum comentário: