quarta-feira, 26 de maio de 2010

Greve: um grito de dor


Quem gosta de greve? Acredito que só quem tem uma mente insana pode sentir prazer em grevar. Nós professores estamos em greve, mas esperamos que ela acabe o mais rápido possível, pois ela é desgastante pra nós também.
Mas, se é assim,então por que grevamos? Grevamos por que a greve é, e sempre será, o melhor instrumento de reivindicação. É através da greve que demonstramos para toda a sociedade que nem tudo vai bem na educação, como fala o governo do Estado. A greve é ruim, mas sem ela tudo continua como está. Ela é um grito de dor, um extravasamento de quem sente incomodo. Não dá pra sofrer calado.  Greve!

Um comentário:

Anônimo disse...

As circunstãncias, não tão novas assim, em que se encontra a educação em nosso Estado, agonizando pela falta de estrutura dos prédios, baixos salários, desístímulo e desxvalorização quanto à melhor formação, enfim a falta de condições em geral, levaram os profissionais da educação a se empenharem pela vitória deste (des)governo nas últimas eleições, ironicamente esse mesmo governo pela total falta de respeito não somente com os trabalhadores, mas com a educação em si, levou a ocorrência de greve por dois anos consecutivos (2008, 2009), mandando inclusive a polícia pra cima dos manifestantes, e egora mais recentemente a apresentação de um PCCR que não contempla as necessidades da categoria, tudo isto faz com que esta greve não seja simplesmente um grito de dor de quem está incomodado, É DESESPERO MESMO de quem não aguenta mais tanta humilhação!