sábado, 3 de outubro de 2009

“Making of” ao vivo

Me perguntaram se eu fui ao show do Zezé di Camargo e Luciano. É claro que não. Não iria nem que me pagassem cem reais. Por mil eu poderia pensar. Mas não é por nada não. É só questão de gosto. Como disse alguém: “gosto é que nem aquele negócio, cada um tem o seu”. O problema é que um quer se meter no do outro, concordam?
Quando passou por aqui Bruno e Marrone, aquela dupla em que um canta e o outro mexe a boca, (Zezé di Camargo e Luciano é a mesma coisa) eu fui, mas me arrependi. É que eles cantaram rápido parecia um pout-pourri. Na verdade era isso mesmo. Me falaram que com Victor e Leo foi a mesma coisa. É que os shows de verdade acontecem nos finais de semana nas capitais. Eles passam pelo interior só pra pegar um trocado. Pra não ficar parado mesmo. Se Vamos à Belém, por que não dar um pulinho em Tucuruí? Ai a gente faz um pout-pourri e ganha uma grana. Parece que é assim que pensam. É como se fosse um “making off” ao vivo. Se quiserem ver o show de verdade vão à Belém.

6 comentários:

Maria disse...

Mas se for pra ir à Belém ver um show, o lógico é pagar pra ver algo que realmente valha à pena, mas como você disse gosto é gosto...

Prof. Augusto Magalhães disse...

é verdade!

Anônimo disse...

Mais Guto!!!, vc é muito bacana ...falar pra ver show em Belèm é facil para quem está acostumado com a bagunça no transito,os assaltos,as caras zangadas do taxista,a "boa" educação dos atentendentes,passei uma semana e o que eu vi na maioria foi isso,,mais ainda bem que vc,e muitos que conheço se madaram de belem e foram viver em uma cidade de povo bonito,educado e assim vcs estão aprendendo com agente Tucuruiense, um povo que gosta de show no meio de semana e se divertem até demanha sem correrem o risco de serem assaltados ou mal tratados.

Prof. Augusto Magalhães disse...

Sou muito grato a Tucuruí, pois aqui encontrei uma boa oportunidade de emprego e gosto muito da cidade. Quero ver cada vez mais o progresso dessa terra e dessa gente bonita, como você disse.
A questão não é Tucuruí x Belém. Se os contratantes do show pagassem por uma apresentação inteira seria diferente. Acontece que os artistas vêm aqui somente dar uma esticadinha, fazem uma apresentação rápida, pois tem que voltar pra onde realmente foram contratados e onde fazem a verdadeira apresentação.
Sobre a violência, é verdade, nossa Belém sofre bastante com isso, assim como todas as grandes cidades, inclusive Tucuruí, onde eu já fui roubado e todos os dias fico sabendo de assaltos e assassinatos. Em duas escolas onde eu trabalho já aconteceram assaltos à mão armada.

Anônimo disse...

tem muitas novidades na área,,,que tal atualizar seu blog!!!!!

Prof. Augusto Magalhães disse...

Tô sem internet.Cancelei a Vivo e a TIM. São duas porcarias. Mas vou resolver esse problema e atualizar. Um abraço!