sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Novidades da semana

Numa escola municipal a diretora falou que “dia do professor não é e nem nunca foi feriado”, portanto não tem por que parar no dia 15. Valeu pelo incentivo diretora! Essa deveria ser eleita a frase do século.
Numa outra, dessa vez estadual, houve uma lavagem de roupa suja entre alunos e professores. A direção, como sempre, resolveu inovar colocando frente a frente docentes e discentes. Não deu outra. Faltou um pouco de prudência.
E o novo presidente do Conselho Municipal de Educação é o diretor da Escola Dulcimar Brito, José Rodrigues, que foi escolhido entre os conselheiros. Na eleição para participar do conselho ele foi vitorioso por apenas dois votos de diferença.
E pra finalizar esse comentário, a diretora eleita do Rui Barbosa está correndo atrás da sua nomeação. Passou alguns dias em Belém transitando pelo famoso “SeduCÃO”. Aquilo ali é um castigo. Parece que ganhar a eleição foi a parte mais fácil. Difícil é tomar posse.
Um grande abraço a todas e a todas. To indo pra Belém curtir o feriadão.

sábado, 3 de outubro de 2009

“Making of” ao vivo

Me perguntaram se eu fui ao show do Zezé di Camargo e Luciano. É claro que não. Não iria nem que me pagassem cem reais. Por mil eu poderia pensar. Mas não é por nada não. É só questão de gosto. Como disse alguém: “gosto é que nem aquele negócio, cada um tem o seu”. O problema é que um quer se meter no do outro, concordam?
Quando passou por aqui Bruno e Marrone, aquela dupla em que um canta e o outro mexe a boca, (Zezé di Camargo e Luciano é a mesma coisa) eu fui, mas me arrependi. É que eles cantaram rápido parecia um pout-pourri. Na verdade era isso mesmo. Me falaram que com Victor e Leo foi a mesma coisa. É que os shows de verdade acontecem nos finais de semana nas capitais. Eles passam pelo interior só pra pegar um trocado. Pra não ficar parado mesmo. Se Vamos à Belém, por que não dar um pulinho em Tucuruí? Ai a gente faz um pout-pourri e ganha uma grana. Parece que é assim que pensam. É como se fosse um “making off” ao vivo. Se quiserem ver o show de verdade vão à Belém.

Gestação democrática

Já se passaram três meses das eleições para diretores de escolas da rede estadual e nada de sair portaria dando posse aos eleitos, pelo menos em Tucuruí. Se a demora chegar a nove meses não será mais gestão democrática, mas sim “gestação democrática”. Pra quem já se encontrava no cargo não faz muita diferença, mas pra quem quer tomar posse a demora já está passando dos limites.

E vocês sabiam que vai ter eleições pra diretor também nas escolas municipais? Será que os leitos na rede municipal vão tomar posse antes dos da rede estadual? Não duvidem.