quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Espectros rondam o Simão Jacinto

Acabou o tempo da lama para os alunos e comunidade ao redor da Escola Simão Jacinto, no bairro do Carajás. No entanto todo mundo está comendo poeira. Voltou a poeira e também as barricadas que impedem os carros de circular pelo bairro. Diante da demora na chegada do tão prometido asfalto, os moradores resolveram radicalizar e só resta uma rua de acesso à escola. Tá todo mundo “chorando” a musica da Ivete Zangalo: “poeira, poeira, levantou poeira”.
E por falar em Simão Jacinto, a escola está sob nova direção. O diretor da 16ª URE (Unidade Regional de Ensino), Reginaldo Oliveira, deslocou um técnico da Escola Ribeiro de Souza para assumir a direção. Reginaldo esteve pessoalmente apresentando o novo diretor aos alunos e professores na semana passada. A mexida é provisória e a grande missão da nova administração é preparar novas eleições para a direção já que a primeira deve ser anulada por irregularidades na documentação.
Uma novidade nesse sentido é que a próxima eleição pode não exigir dos concorrentes o diploma de pós-graduação, fazendo com que surjam mais candidaturas e a disputa aconteça de fato, pois, cá pra nós, as eleições que aconteceram em Tucuruí foram 100% chapa única.
Lama no inverno, poeira no verão e dificuldades para consolidar uma direção são os fantasmas que, vira e mexe, assombram a escola que é, sem dúvidas, a mais bem estruturada do município. Dá até pra pensar que isso só acontece por que foi construida num bairro da periferia.

Nenhum comentário: