quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Espectros rondam o Simão Jacinto

Acabou o tempo da lama para os alunos e comunidade ao redor da Escola Simão Jacinto, no bairro do Carajás. No entanto todo mundo está comendo poeira. Voltou a poeira e também as barricadas que impedem os carros de circular pelo bairro. Diante da demora na chegada do tão prometido asfalto, os moradores resolveram radicalizar e só resta uma rua de acesso à escola. Tá todo mundo “chorando” a musica da Ivete Zangalo: “poeira, poeira, levantou poeira”.
E por falar em Simão Jacinto, a escola está sob nova direção. O diretor da 16ª URE (Unidade Regional de Ensino), Reginaldo Oliveira, deslocou um técnico da Escola Ribeiro de Souza para assumir a direção. Reginaldo esteve pessoalmente apresentando o novo diretor aos alunos e professores na semana passada. A mexida é provisória e a grande missão da nova administração é preparar novas eleições para a direção já que a primeira deve ser anulada por irregularidades na documentação.
Uma novidade nesse sentido é que a próxima eleição pode não exigir dos concorrentes o diploma de pós-graduação, fazendo com que surjam mais candidaturas e a disputa aconteça de fato, pois, cá pra nós, as eleições que aconteceram em Tucuruí foram 100% chapa única.
Lama no inverno, poeira no verão e dificuldades para consolidar uma direção são os fantasmas que, vira e mexe, assombram a escola que é, sem dúvidas, a mais bem estruturada do município. Dá até pra pensar que isso só acontece por que foi construida num bairro da periferia.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Nem tudo mudou

Olá caros amigos leitores deste blog. Estou de volta das férias e novamente à ativa. Andei por terras distantes onde vi coisas interessantes. Por exemplo, no metrô do Rio de Janeiro está escrito: “bilhete válido somente para o dia da compra, ou para os dois dias posteriores”. Égua, não seria melhor (ou mais maneiro): “bilhete válido por três dias”?

E no aeroporto? Por um momento pensei que no Rio existisse o maior número de fãs do Michael Jackson por metro quadrado, mas que nada, as mascaras eram pra proteção contra a gripe suína.

Por falar em gripe suína, não tem nada a ver adiar a volta às aulas. Só em Tucuruí mesmo. Nunca vi epidemia de gripe no verão. Mas o interessante é que só as escolas do município adiaram. O estado manteve o inicio para o dia 03 de agosto. Então só tem gripe suína nas escolas municipais? Putz ainda bem que adiaram. Eu trabalho lá!

E a diversão por aqui continua escassa. Olha só o que temos para o final de semana: "cervejada ao som de Cavaleiros do Forró com muito pagode e som automotivo". Égua siri!!! Tá maluco?

E pela primeira vez vejo um Grupo de forró que tem um nome apropriado, que combina mesmo: “forró mala sem alça”. É, vai tocar em Tucuruí, na Expotuc, ou já tocou, sei lá.

Cara, fiquei surpreso na volta à Tucuruí. Remendaram a Alça Viária todinha. Grande obra da nossa governadora. Merecia até uma placa: “Remendo Ana Júlia”. É pra se contrapor à placa da primeira ponte da Alça Viária: “Ponte Almir Gabriel”. O cara teve coragem de fazer a obra e pôr o nome dele. É o cúmulo da autopromoção com o dinheiro público. Por que não fez como um ex-prefeito daqui, que pôs o nome da mãe no terminal rodoviário? Pelo menos não seria autopromoção. Se eu fosse a governadora eu colocaria. Se eles podem ela também pode. Direitos iguais para as mulheres!!!

E não é que puseram remendo também na PA 263. Merece outra placa. Tudo bem que todo mundo estava esperando uma reforma completa, mas deram um jeito de remendar.

É isso aí. Tô de volta!