quinta-feira, 21 de maio de 2009

Greve iminente II

A greve dos professores bate à porta da prefeitura municipal de Tucuruí. O Sintepp afirma que de tudo tem sido feito para impedir o pior, mas parece que todos os esforços estão sendo inúteis. Várias reuniões já foram marcadas e canceladas logo em seguida. Propostas e contrapropostas foram colocadas pelo sindicato, e nada.

Representantes da prefeitura chegaram a cogitar que o prefeito, Sancler Ferreira, participaria da assembléia dos professores. Seria uma boa demonstração de interesse em resolver o problema. A categoria quer ver a planilha dos gastos com a educação, inclusive dos recursos vindos do governo federal.


Isso não deveria acontecer

Ontem houve uma paralisação e a categoria respondeu ao chamado, embora alguns professores, na maioria contratados, tenham “furado” o movimento. Houve também o caso daqueles que se propuseram servir a Deus e ao diabo, ou seja, cumpriram seus horários em sala de aula e depois foram cumprir horário na manifestação, que acontecia em frente ao paço municipal.

Por falar nisso, muita gente reclamou do mau cheiro em frente ao paço. Quem será que anda fazendo porcaria por ali? Tem gente apostando que odor vem da Secretaria de Educação, pois na manifestação teve até denuncia de nepotismo. Será que é verdade?

Nenhum comentário: