domingo, 31 de maio de 2009

Segundo Salão do Livro de Tucuruí

Começa nesta segunda-feira o segundo Salão do Livro de Tucuruí, que acontecerá no período de 01 a 07 de junho atendendo a 1.300 profissionais do magistério de 20 municípios de Tucuruí e região de Carajás. O Salão de Tucuruí acontece no complexo cultural da Eletronorte, na vila permanente. Os profissionais com 100 h/m serão contemplados com um bônus de R$ 150,00. Segundo a Seduc, este ano o número de beneficiados aumentou 60% em relação a 2008, com a inclusão de professores e/ou técnicos, bem como os novos concursados e técnicos em educação.

Podem receber o crédito professores efetivos lotados com carga horária mínima de 100 horas; professores lotados na função de secretário ou em atividade técnica na escola; técnicos do magistério, supervisores, orientadores, diretores e vice-diretores. Quem está lotado na URE também terá direito.


Veja reportagem no sítio da Seduc.

Baixe a lista oficial da Seduc para ver os outros municípios da região.


Veja se seu nome está na lista dos contemplados com o bônus:

TUCURUÍ

ADALBERTO DE SOUZA PAZ

AGNES FRANCISCA DUARTE BEZERRA

AILTON NASCIMENTO DA LUZ

ALAIN NUNES LIMA

ALCIDELA DOS SANTOS BATISTA

ALDA MARIA POMPEU AMORIM

ALINE MARY RIBEIRO PINHEIRO

AMARAL NUNES DE SOUZA

ANA CARMEN PONTES DOS SANTOS

ANA CELIA DA SILVA ALMEIDA

ANA FLAVIA SARDINHA GONCALVES

ANA MARIA MORAES DOS SANTOS

ANDREA LUCIA GONCALVES DA SILVA

ANDREIA CRISTINA LIMA DA COSTA

ANDREIA LUCIANA DE SOUZA OLIVEIRA

ANIZIA BATISTA DE SOUSA RIBEIRO

ANTONIO JOELMIR SANTOS SOARES

ANTONIO RUY RIBEIRO GAIA

APARECIDA DE LOURDES PEDROSSO ARANHA

BENEDITA DO SOCORRO PINTO BORGES

CARLOS MAURICIO SIQUEIRA DA SILVA

CARMEN CELINA BITTENCOURT SILVA

CECILIA MARIA TAVARES DIAS

CELSO LUIZ ARAUJO MONTEIRO

CHARLES JACKSON ARAGAO DAMASCENO

CLAUDETE COSTA QUARESMA

CLAUDIA DE HOLANDA BARROS DIAS

CLAUDIO LUIZ FERNANDES

CLEIDEANE FERREIRA DA SILVA

CLOVES AUGUSTO COELHO BARROS

CREUSIMAR ANTONIA MENDANHA

CRISTIANE COSTA CONRADO

DALIA CAVALCANTE UGULINO

DELCINEY NAVA DE SOUZA

DENISE MENDANHA ARAUJO

DEUSIMAR GOMES LACERDA

DILMA MARIA DO SOCORRO DO AMARAL CORREA

DOMINGOS DIOGENES DE SOUZA

EDILARDO QUARESMA FERREIRA

EDNA DO SOCORRO DINIZ SACRAMENTO

EDUARDO DA CUNHA RAMOS

ELEN LIMA FORTUNATO DE AZEVEDO

ELIETE GONCALVES PIMENTEL

ELISVANIA NUNES BRAZ

ELIZABETH FERREIRA DE PARIJOS

ELSNEZ PIRES SOARES

ELZA LOPES RIBEIRO

ELZA MARIA OLIVEIRA SAMPAIO

ELZA MISSAE MURAYAMA NIHI

ERNESTINA CAMPELO GOMES

ESMAEL ALVES BATISTA

FRANCISCA MARIA DE ALMEIDA

FRANCISCO JOSE SILVA NOVAES

FRED RONALDO RODRIGUES DE MOURA

GEORGE DE SA MOREIRA

GERALDA ALVES MOREIRA

GILSON FERREIRA BORGES

GILVANDER DIAS QUEIROZ

GLEBERSON SILVA DE OLIVEIRA

GOET TOSCANO GALVAO

GUSTAVO JORGE BARRETO PINTO

HELINEUDES PAIVA DA SILVA

INEREE PAIVA GALVAO RODRIGUES

IONARA CONCEICAO LEMOS PINHEIRO

IROSA DAMASCENO ESTUMANO

ISRAEL DE SOUSA LEAL

JADIR BATISTA SOUZA

JADUS MARQUES DE SALES

JAIRSON MONTEIRO RODRIGUES VIANA

JANE LIMA RIBEIRO

JAQUELINE DE SOUZA GONCALVES

JAQUELINE RAQUEL CALIXTO SILVA

JEFFERSON RODRIGUES GARCIA

JOANA DARC DE ARAUJO BARROSO

JOAO BENIGNO DE ARAUJO

JOAO KLEBER FERREIRA GOES

JOEL GARCIA BATISTA

JORGE DE SOUZA SILVA

JORGE FARIAS

JORGE LUIZ REIS DA SILVA

JOSE DARIO DA SILVA DAMASCENO

JOSE ELIAS FERNANDES MACHADO

JOSE JUNATAS DA COSTA

JOSE PEREIRA DA SILVA FILHO

JOSE PINTO MENDES

JOSE TOME DOS SANTOS SOUZA

JOSIVALDO LEITE COSTEIRA

JUCILEIA MIRANDA RAMOS

JUDIVAL SILVA DE SOUSA

KASSIA GODOI ARAUJO VIEIRA

KEILA BARBOSA COSTA

LEULINA ANTONIO MENDANHA

LEVI PINTO DE MESQUITA NETO

LIDIANA RODRIGUES BEZERRA

LINDALVA DE LIMA LEAO

LINDOMAR NUNES BARBOSA

LUCELINO MENDES VULCAO

LUCIANO DOMINGUES QUEIROZ

LUCIENE MARIA DO NASCIMENTO LIMA

LUIS AUGUSTO DINIZ DE MAGALHAES

LUIZ HENRIQUE BARROS DA SILVA

LUZIA BARBOSA DA SILVEIRA

LUZIA DO ROSARIO CABRAL ALVES

MAKLENE MASTROYANY MAIA FERREIRA

MANOEL GOMES DOS SANTOS

MARCIA TRINDADE

MARCO ANTONIO OLIVEIRA BRITO

MARCOS ANTONIO GABRIEL DA SILVA

MARCOS VINICIUS SOUZA DA SILVA

MARGARET ANN DE ALBUQUERQUE FORMAN

MARIA APARECIDA SOARES BRAGA

MARIA DA CONCEICAO OLIVEIRA

MARIA DAS DORES MENDANHA

MARIA DE FATIMA NAVA DE SOUZA

MARIA DE FATIMA VEIGA DA SILVA

MARIA DO CARMO CAVALCANTE DOS SANTOS

MARIA DO CARMO JESUS DE SOUSA

MARIA DO CARMO RABELO DE ALMEIDA

MARIA DO PERPETUO SOCORRO SARMENTO PEREIRA

MARIA DO PERPETUO SOCORRO SILVA DE SOUSA

MARIA DO SOCORRO FERNANDES MORENO

MARIA DO SOCORRO SIQUEIRA SANTANA

MARIA ELIETE GUIMARAES PINTO

MARIA GORETE OLIVEIRA SANTOS

MARIA IVANILDE BARBOSA DE NOVAES

MARIA LEONICE ANDRADE DE ALMEIDA

MARIA LIDUINA VIANA GAIA

MARIA LUIZA RIOS ALVES

MARIA MARLENE FERREIRA VIEIRA

MARIA MARTA GARCIA SANTANA_SILVA

MARIANA BARROS GOUVEA

MARIA ROSELY DA SILVA SOUSA

MARIA VERA DA SILVA DE OLIVEIRA

MARIELLE ARAUJO DO AMARAL

MARILENE FERREIRA VIEIRA

MARINALDO BAIA CORREA

MARINALVA PEREIRA

MARIO REGINALDO FURTADO ARAUJO

MARIVALDO DO SOCORRO FREITAS COELHO

MARIVANI FERREIRA PEREIRA

MARIZETE DE MORAIS E SILVA

MARLENO CHAVES MENEZES

MARTINHO MOTA DIAS JUNIOR

MAURICIO FERNANDES DE SOUSA

MESSIAS DE NAZARE GUIMARAES FERREIRA JUNIOR

MIGUEL EDSON LEITE DA SILVA

MIRANILDE OLIVEIRA NEVES

NEIVA ORMANES

NUBIA MARILIA DA FONSECA SILVA

OBERDAN DA SILVA MEDEIROS

PAULO RENATO MELO QUEIROZ

PAULO RODRIGUES DE SA

PAULO SERGIO DE OLIVEIRA FEITOSA

PAULO SERGIO MELO DAS CHAGAS

PEDRO PAULO SANTOS DA SILVA

RAIMUNDA BENEDITA LIDUINA DO CARMO PINHO MEIRELES

RAIMUNDO DIAS FERREIRA

RAIMUNDO NONATO LEITE

RAIMUNDO NONATO SE SOUZA HONORATO

RAQUELINE DO SOCORRO FARIAS ARAUJO

REGINA CELIA FERREIRA CAMPOS

REGINALDO CELIO ALMEIDA DE OLIVEIRA

REGINALDO SANTOS FERREIRA

ROBERTO ALEXANDRE DOS SANTOS

RONALDO FERREIRA PINHEIRO

RONALDO MEIRELES MARTINS

RONDINELLI OLIVEIRA PINTO

RONEIDE MARTINS DA SILVA RODRIGUES

ROSANE FELIX DA SILVA

ROSENE GONCALVES DE ANDRADE

ROSENILDA FERNANDES BESERRA FARIAS

ROSENIRA SOARES MOREIRA

ROSINALDO GONCALVES PEREIRA

ROSINETE DE JESUS RAMOS

ROSIRENE MONTEIRO DE OLIVEIRA

ROSIVALDO PEREIRA PINHEIRO

RUBIA LIA RODRIGUES GONCALVES

SAMUEL IVAN SILVA FERREIRA

SANDRA CATARINA LOPES MIRANDA

SANDRA CRISTINA RAMOS LACERDA

SEVERIANO PEREIRA BRAZ NETO

SIERGBERTH UGULINO

SILVIA REGINA DO ESPIRITO SANTO MACHADO

SILVIO AUGUSTO DE ALMEIDA HINGEL

SIMONE ANDREIA FERREIRA LEITE

SONIA ROSA DOS SANTOS

SUELI DE ASSUNCAO DA SILVA VULCAO

TACACHI HATANAKA

TANIA MARIA MACHADO LOPES

TEREZA LUZIA CAMPOS COUTO

TEREZA NOGUEIRA RODRIGUES

TORQUARTO MAIA FERREIRA

VALERIA SARAIVA FERREIRA

VERIDIANA DE SOUZA POMPEU

VITORIA LUCIA ALBUQUERQUE MIRANDA

WELTON LUIZ ARAUJO MONTEIRO

WILMA CARVALHO CAVALCANTE

ZOLITA ESTUMANO MARCAL

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Greve na educação é um grito de alerta

“A greve continua e alunos continuam sem aula”. Essa é a manchete mais utilizada pela imprensa classista quando se trata de noticiar uma greve na educação, como a que está acontecendo atualmente na rede estadual de ensino. Eles fazem isso por que sabem que a maioria da população não tem o hábito da leitura e muito menos lê jornal. Quando muito passam uma vista nessas manchetes canhestras numa banca a caminho do trabalho.

A manchete mais indicada para a situação seria “Greve tenta salvar a educação”, pois é isso que está acontecendo. Não que após a greve todos os problemas estarão resolvidos, mas vai ficar para a sociedade que existe o problema e que o estado está falhando ao não encontrar uma solução. Afinal, a greve foi o último recurso lançado por essa categoria. Antes dela vieram inúmeras negociações, reuniões, assembléias, propostas e contra-propostas. Todas ignoradas.


É preciso valorizar o profissional da educação


Uma das reivindicações dos trabalhadores da educação é a valorização profissional, o que se traduz basicamente no recebimento de um salário digno. Um salário digno seria objetivamente um ganho mensal que suprisse as necessidades do profissional e sua família, como alimentação, transporte, saúde e lazer, no mínimo.

Então vamos aos números. O salário base de um professor é R$ 433,00 (o salário mínimo é R$ 465,00) e o auxílio alimentação é de R$100,00. Vale transporte praticamente não existe, é um engodo. Com o aumento proposto pelo governo um professor que recebe o salário base teria um aumento de aproximadamente R$ 25,00.


Aumentando salário aumenta a qualidade do ensino


Você deve estar dizendo: “mas um professor não ganha só isso”. É verdade quem trabalha mais ganha mais. Por isso é que tem professor trabalhando três períodos, ou seja, sai às 7:00 h. de casa e volta às 23:00 h, com paradas apenas para as refeições.

Isso significa uma jornada de no mínimo 15 horas diárias, ou seja, sobram 9 horas para a família e para o lazer, sem contar que precisamos dormir, elaborar e corrigir provas e apostilas, planejar aulas, preencher diários de classe, etc. Diante dessa situação não pode haver qualidade no ensino.


PS: A foto acima, de Wagner Méier, que ilustrava a capa do jornal Diário do Pará do dia 28/05/2009, mostra um protesto dos professores: o enterro simbólico da educação na sede da Seduc.

sábado, 23 de maio de 2009

Educadores suspendem paralisação após promessas

Os profissionais da educação do município de Tucuruí resolveram, em assembléia na tarde ontem, suspender a paralisação, que já durava três dias. A decisão aconteceu após audiência com o prefeito Sancler Ferreira, que manteve a proposta do executivo de aumento de no máximo 8%, além de abrir as contas para uma comissão da qual fará parte representantes do Sintepp e do Sismut. O prefeito também prometeu fazer um novo reajuste assim que aumentar a arrecadação municipal.
Para justificar sua proposta, o prefeito citou várias dívidas herdadas da administração passada, como a que assumiu junto ao INSS, no valor de 94 milhões de reais. Ele também argumentou que, apesar disso, os salários estão sendo pagos em dia e a cidade está em obras.
Uma nova assembléia foi marcada para segunda-feira (25 de maio) às 18:00 h. no Salão São José, quando a categoria decidirá se aceita ou não a proposta. Segundo afirmou a direção do Sintepp, os trabalhadores da educação não estavam em greve e sim paralisados. A decisão de entrar em greve ou não será tomada na segunda-feira.

Sancler na cova dos leões

Apesar da atitude corajosa de encarar os trabalhadores numa assembléia de discussão de data-base e da argumentação desenvolta, o prefeito Sancler Ferreira não convenceu a categoria, que após sua saída, continuou clamando por um reajuste significativo.
Sancler falou durante mais ou menos trinta minutos e depois saiu às pressas, pois, segundo ele, já tinha um compromisso.
Também aumentou o descontentamento o fato do prefeito ter saído sem dar uma palavra sobre as denúncias da categoria contra a secretária de educação. O prefeito prometeu participar de outra reunião para tratar deste e outros assuntos referentes à educação no município. Na saida teve que ouvir os gritos de "fora a secretária!".

Categoria pede a cabeça da secretária de educação

Segundo denúncias de professores e outros profissionais, a secretária municipal de educação vem agindo de forma não muito respeitosa com os trabalhadores. Dentre as principais denúncias estão ameaças, perseguição e assédio moral. Um abaixo assinado foi lido formalmente na assembléia e em seguida liberado para assinatura dos presentes. O documento pede a imediata exoneração da secretária.

Sancler desmente presidente do Sismut em público

Um certo tumulto tomou conta da Assembléia dos educadores na tarde ontem. Segundo a presidente do Sismut, Marilene, o prefeito teria dito a ela que só compareceria à assembléia se as perguntas fossem feitas por escrito e as faixas que contestavam sua administração fossem retiradas. Mostrando interesse em ouvir o gestor municipal a categoria, mesmo a contra-gosto, acatou o pedido.
A surpresa veio quando o prefeito começou a falar: “primeiramente eu queria esclarecer que não fiz nenhum tipo de exigência para estar aqui”. A presidente do Sismut é conhecida pela sua atuação “pelega” no comando do sindicato dos servidores públicos municipais. Na assembléia do dia anterior a presidente cometeu outra gafe: disse que era “burrice” fazer manifestação na frente da prefeitura. Muita gente se sentiu ofendida.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Greve iminente II

A greve dos professores bate à porta da prefeitura municipal de Tucuruí. O Sintepp afirma que de tudo tem sido feito para impedir o pior, mas parece que todos os esforços estão sendo inúteis. Várias reuniões já foram marcadas e canceladas logo em seguida. Propostas e contrapropostas foram colocadas pelo sindicato, e nada.

Representantes da prefeitura chegaram a cogitar que o prefeito, Sancler Ferreira, participaria da assembléia dos professores. Seria uma boa demonstração de interesse em resolver o problema. A categoria quer ver a planilha dos gastos com a educação, inclusive dos recursos vindos do governo federal.


Isso não deveria acontecer

Ontem houve uma paralisação e a categoria respondeu ao chamado, embora alguns professores, na maioria contratados, tenham “furado” o movimento. Houve também o caso daqueles que se propuseram servir a Deus e ao diabo, ou seja, cumpriram seus horários em sala de aula e depois foram cumprir horário na manifestação, que acontecia em frente ao paço municipal.

Por falar nisso, muita gente reclamou do mau cheiro em frente ao paço. Quem será que anda fazendo porcaria por ali? Tem gente apostando que odor vem da Secretaria de Educação, pois na manifestação teve até denuncia de nepotismo. Será que é verdade?

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Greve iminente

Reunidos em frente ao prédio do executivo municipal, os trabalhadores em educação de Tucuruí decidiram, no final desta tarde, prolongar a paralisação até amanhã quando será decidido em assembléia se entrarão ou não em greve. A paralisação estava marcada somente para hoje, pois haveria uma reunião com representantes da prefeitura. A decisão foi tomada depois que a prefeitura anunciou que não aceitaria a proposta da categoria de 27% de reajuste salarial, mantendo a contra-proposta de 8%.

Ficou marcado um encontro a partir das 8:00 h. desta quarta-feira (21 de maio) em frente ao Sintepp, de onde os trabalhadores sairão para mobilizar a categoria para a assembléia que deverá acontecer a tarde na sede do Paraíso Esporte Clube, juntamente com os outros servidores municipais. Está lançado o alerta de greve!

terça-feira, 19 de maio de 2009

Professores de Tucuruí decidem: a greve continua!

Reunidos no dia 18 de maio na Escola Raimundo Ribeiro de Souza, os professores da rede estadual de ensino do município de Tucuruí decidiram, por unanimidade, manter a greve. Também decidiram fazer uma manifestação no dia 20 com concentração às 8:00 h. na praça em frente à câmara municipal quando farão uma passeata e panfletagem para esclarecer a população sobre os motivos do movimento.
A manifestação se juntará ao movimento dos professores da rede municipal, que nesse dia farão uma paralisação de advertência, tendo em vista que a prefeitura também se nega a atender as reivindicações de aumento salarial.

Para entender a greve

Em greve desde o dia 06 de maio, os servidores da educação mostraram-se firmes em continuar na luta por reajuste salarial digno, melhores condições de trabalho e uma escola pública de qualidade, mantendo a paralisação por tempo indeterminado, pois o Governo do Estado não apresentou uma proposta que atenda as reivindicações da categoria. Até o momento, já aderiram à greve 47 municípios paraenses.
De acordo com o coordenador geral do SINTEPP, Eloy Borges, a governadora Ana Júlia Carepa vem se recusando em aceitar a proposta apresentada pelos trabalhadores e trabalhadoras em educação, que é de 30% para todos os níveis de ensino e R$ 300 de auxílio-alimentação. “O Governo Estadual ofereceu reajuste de 12% para os professores do ensino fundamental, 10% para os do médio e 6% para os do ensino superior. Se essa proposta irrisória fosse aceita, os salários em números reais seriam de R$ 465,00 para nível fundamental, R$ 463,50 para nível médio e R$ 459,57 para nível superior. Ou seja, Ana Júlia quer rasgar a Constituição Nacional, pagando os salários abaixo do mínimo nacional para os servidores em educação”, afirma.
Em reunião realizada na manhã desta sexta, os representantes do Conselho Estadual do SINTEPP decidiram por incluir também na pauta de reivindicações o aumento do abono Fundeb dos atuais R$ 126,00 destinados ao magistério para R$200,00, e de R$ 100,00 para R$ 140,00 o abono para o nível médio.

Fonte: www.sintepp.org.br

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Potencial turístico inexplorado

Tucuruí aproveita mal o seu potencial turístico. Na verdade, acho que não aproveita nada. A região é belíssima e possui alguns atrativos interessantes, dentre eles uma das maiores hidrelétricas do mundo com um belíssimo vertedouro de águas. Um verdadeiro espetáculo proporcionado pela engenharia.

Recentemente vi uma reportagem num telejornal que mostrava turistas de todo o Brasil visitando a hidrelétrica de Barra Bonita (Foto abaixo) onde a maior atração era um passeio de barco pelo rio Tietê e o ápice a entrada na eclusa para a navegação no lago.

Ta certo que ainda não temos a eclusa, mas temos o lago e o belíssimo rio Tocantins, um dos mais famosos da Amazônia. Cadê o barco? Tendo oferta do serviço de passeio teremos os turistas, tendo os turistas teremos mais emprego e dinheiro circulando na cidade.

As ilhas do lago são outra atração a parte, porém geralmente são propriedades particulares e restritas. Não existe um grande empreendimento turístico, seja estatal ou privado, capaz de explorá-las. O resultado disso é que Tucuruí, embora com um grande potencial na área, encontra-se fora da lista dos destinos turísticos do Pará.

É por isso que ouço muita gente falar: “Deus me livre de um feriadão em Tucuruí”. Ta na hora de mudar essa situação e pra isso é necessário, principalmente, o empenho do poder público local.