domingo, 29 de março de 2009

Um dinheiro que não traz felicidade

Eu descobri que fico triste quando sai o pagamento do município. Pode uma coisa dessas? Acho que muita gente se sente como eu, caindo numa depressão violenta. Se você acha que isso é frescura, então é por que você não recebe seu pagamento na Caixa Econômica Federal de Tucuruí.
É interessante a reação das pessoas diante de um caixa com defeito. Um dia desses, curtindo uma fila de quase uma hora, observei que muita gente pára diante de uma máquina dessas e fica alguns minutos lendo a curta frase: “TERMINAL FORA DO AR. DIRIJA-SE A OUTRO CAIXA”. Será que elas não entendem de imediato a mensagem? Alguns ainda tentam fazer manutenção no equipamento: apertam uma tecla aqui, outra ali. E o bicho lá, estático. Nem aí. Então eles vão de terminal em terminal e lêem a mesma frase. Depois voltam para o primeiro e reiniciam o ritual da contemplação.
E eu que achava que o Banpará era o pior banco do mundo. Aliás, eu achava que o Banpará nem era banco e sim tamborete.
E está confirmado o primeiro caso de contaminação de caixas defeituosos. Aconteceu no Shopping Tucuruí. É só você dar uma passadinha lá pra constatar. O caixa do Banco do Brasil, que funcionava perfeitamente, está há mais de um mês parado. Ao lado dele está um terminal da Caixa Econômica, é claro. E dois terminais do Bradesco instalados há dias nem começaram a funcionar. Em frente ao shopping está uma placa onde se lê “Bradesco Dia e Noite”. Só se for dia e noite parado.

Nenhum comentário: