sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Pérolas históricas

Como disse alguém: seria trágico se não fosse cômico, ou vice-versa. Nas muitas provas, testes e debates que tenho feito nas salas-de-aula, tenho presenciado algumas pérolas que os alunos soltam e que eu realmente não sei de onde saíram. Juro que eu não ensinei nada disso que vou narrar pra vocês.

Hoje passei um teste e uma das questões pedia: “Cite duas formas de resistência do negro à escravidão no Brasil”. Um dos alunos respondeu de forma surpreendente: “eles resistiam através de formas pacíficas de violência”. Pode? Vou pedir minha exoneração!

Outro dia pedi pra fazer uma redação onde o aluno deveria criar uma situação que acontecesse na Europa Feudal. Um dos alunos começou assim: “era uma vez um homem chamado Idade média (...)”. Não é possível! Eu juro que não falei isso na sala de aula. E ele continuou: “(...) este homem morava num lugar chamado Feudalismo ...”. Aí não dá pra agüentar.

No EJA (Educação de Jovens e Adultos) fiz a seguinte pergunta num exercício: “qual grupo social dominava a política no segundo reinado?”. Vários alunos apareceram com a resposta: “os barões”. Eu poderia até considerar certo, mas queria mais precisão na resposta. Então mandei refazer, porém antes dei uma dica: “será que era qualquer barão? Será que não era um barão especifico? ”Eu queria como resposta “Barões do Café”. Uma aluna disse: “professor, captei sua mensagem. Agora eu vou fazer direitinho”. Ela veio então com a resposta: “o grupo social que dominava a política no segundo reinado era os BARÕES ESPECIFICOS”. Melhor ter deixado como estava.

Nenhum comentário: